Direito de arena aos árbitros volta a ser discutido no Congresso



Repasse de 0,5% da verba de TV para os árbitros foi alvo de protestos da categoria durante o Brasileirão deste ano

Vetado no Profut, o repasse de 0,5% da verba dos direitos de transmissão como direito de arena para os árbitros de futebol voltou a ser discutido no Congresso. A medida está incluída no substitutivo apresentado pelo deputado e ex-árbitro Evandro Roman (PSD-PR), que foi aprovado nesta sexta-feira pela Comissão do Esporte da Câmara dos Deputados.

– É o mesmo conteúdo que havia no Profut pois essa proposta já foi debatida por dirigentes e representantes de entidades. Dessa forma, ela não precisa ser debatida novamente – afirmou o deputado à coluna.

A proposta de Roman inclui a categoria de árbitros à proposta inicial do senador Alfredo Nascimento (PR-AM), cujo projeto de lei propõe a divulgação em sites eletrônicos da lista completa de todos os atletas participantes de um evento esportivo em até 48 horas. A iniciativa do senador, que agora passa a incluir os árbitros, é dar maios transparência à distribuição de direito de arena.

No Profut, o pagamento de direito de arena aos árbitros foi aprovado tanto pela Câmara como pelo Senado mas foi vetado pela presidente Dilma.



MaisRecentes

Final com Flamengo bate recorde de audiência do futebol na Globo em 2017



Continue Lendo

Inclusão de técnicos no fair play financeiro da Série A entrará em pauta para 2018



Continue Lendo

Flamengo aprova orçamento de 2018 com verba tímida para contratações



Continue Lendo