Presidentes de São Paulo e Santos irão depor na CPI do Futebol



Ex-jogador Romário é o presidente da CPI do Futebol que investiga irregularidades no esporte brasileiro

Os presidentes do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, e do Santos, Modesto Roma Jr., vão a Brasília nesta quarta-feira, 7, prestar depoimento à CPI do Futebol, que investiga irregularidades no futebol brasileiro. Entre os assuntos abordados na sessão agendada para às 15h estão a relação dos clubes com a CBF, situação financeira dos times e sobre as competições nacionais.

Além dos dois dirigentes, o senador Romário (PSB-RJ), que preside a CPI do Futebol, irá convocar na mesma sessão o depoimento de todos os presidentes de clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, além de todos os presidentes de federação do futebol brasileiro.

Outro requerimento de Romário abrangerá investigações sobre a compra do prédio da sede da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O presidente da CPI solicitará a quebra dos sigilos bancários e fiscais de empresas e pessoas envolvidas na negociação do imóvel.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo