Liga Sul-MG-RJ quer divisão igualitária de cotas de TV e pensa em fundo compartilhado para os membros



Mesmo sem terem fechado contrato para transmissão de TV, os integrantes da Liga Sul-Minas-Rio, além de planejarem uma distribuição igualitária (entre os participantes de cada edição, segundo o presidente Gilvan Tavares) das cotas de TV para a competição a qual vão organizar, estão ventilando a criação de um fundo único, no qual receitas vindas, por exemplo, com patrocínios para a Liga sejam divididas para todos – inclusive para os membros que não estiverem na edição vigente da competição. Atualmente, são 15 clubes signatários.



MaisRecentes

Decisão da Justiça libera construção no terreno do clube Everest



Continue Lendo

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo