Clubes estimam redução da dívida em até R$ 30 mi com o Profut



Além de redução da dívida, presidente do Grêmio aponta maior prazo de pagamento como vantagens do Profut

Os clubes que têm optado em aderir ao refinanciamento pelo Profut terão uma redução de suas dívidas fiscais em até R$ 30 milhões. Essa foi a conta feita pelo Grêmio considerando os benefícios propostos pelo governo, como as reduções de 70% das multas, 40% dos juros e 100% dos encargos legais.

“Essa desoneração é ainda mais vantajosa pelo prazo de 240 meses para pagar”, diz Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio.

Já as contas do Atlético-MG apontam para uma redução da dívida de R$ 19 milhões em relação à dívida fiscal do clube, que já faz parte do chamado Refis da Copa.

“Esse é o valor que estamos calculando com as reduções previstas no refinanciamento”, afirma Lásaro Cunha, diretor jurídico do Atlético-MG.



MaisRecentes

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo

Vasco convive com atrasos salariais, mas mantém ascensão no Brasileiro



Continue Lendo