CPI do Futebol terá audiência esvaziada por presidentes de federação



A reunião desta terça-feira da CPI do Futebol não terá o volume esperado de contribuição dos presidentes das federações estaduais. Dos cinco previstos, só dois confirmaram presença: Rubens Lopes, da Ferj, e Castellar Neto, da Federação Mineira.

A audiência quase não foi confirmada para esta terça. Ela chegou a ser cancelada durante a tarde, quando apenas Rubinho estava confirmado, mas o comando da CPI retrocedeu ao saber que Castellar também se comprometeu a aparecer em Brasília.

Outros três nomes chegaram a ser anunciados há duas semanas: Reinaldo Carneiro Bastos (Federação Paulista), Evandro Barros de Carvalho (Pernambucana) e Gustavo Vieira (Espírito Santo).

Mas, segundo Evandro, o problema foi a mudança repentina de agenda. O dirigente contou que confirmou presença quando a reunião da CPI estava marcada para quarta. Só que como ela, nesta segunda-feira, foi puxada para terça com o intuito de evitar conflito com a sessão no Congresso de quarta, compromissos particulares impediram a presença em Brasília.



  • JOSE SERGIO

    CPI com politicos e uma vergonha so tem safado e desonesto nesse meio, tem que ser POLICIA FEDERAL.

MaisRecentes

Restituição crescente de verba dá ‘gás’ para Ministério do Esporte lutar por orçamento



Continue Lendo

Vadão está de volta à Seleção Brasileira feminina



Continue Lendo

Árbitro da final da Copa do Brasil é cruzeirense. Mas isso não tem a ver com futebol



Continue Lendo