Anaf tem apoio do governo por independência junto à CBF



Presidente da Anaf, Marco Antônio Martins prega independência da arbitragem junto à CBF (Crédito: Divulgação/Anaf)

O presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf), Marco Antônio Martins, afirmou à coluna recentemente que a categoria “não precisa de ninguém para fazer uniformes ou vender patrocínios” para ressaltar a intenção de se tornar independente da CBF. Nos bastidores, a iniciativa da entidade já conta com um reforço de peso, o Ministério do Esporte, que avalia a mudança de gestão da arbitragem brasileira como essencial para profissionalizar a categoria e melhorar a qualidade dos árbitros.

Questionado sobre a intenção da Anaf de tornar a arbitragem independente da CBF, o secretário-geral da entidade que rege o futebol brasileiro, Walter Feldman, afirmou desconhecer essa reivindicação. “Na última reunião da associação dos árbitros, foi discutido apenas a questão do 0,5% em direito de arena na MP. Esse outro tema não foi tratado lá”, comentou o secretário da CBF.



  • Luiz Gonzaga de Souza

    Vender resultados, não?

MaisRecentes

CBF começa treinar instrutores para curso do árbitro de vídeo



Continue Lendo

Se estrear na próxima rodada, árbitro de vídeo não será para todos os jogos da Série A



Continue Lendo

Licenciamento vira argumento de CBF e clubes para minimizar liminar contra exigência de CND



Continue Lendo