Anaf tem apoio do governo por independência junto à CBF



Presidente da Anaf, Marco Antônio Martins prega independência da arbitragem junto à CBF (Crédito: Divulgação/Anaf)

O presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf), Marco Antônio Martins, afirmou à coluna recentemente que a categoria “não precisa de ninguém para fazer uniformes ou vender patrocínios” para ressaltar a intenção de se tornar independente da CBF. Nos bastidores, a iniciativa da entidade já conta com um reforço de peso, o Ministério do Esporte, que avalia a mudança de gestão da arbitragem brasileira como essencial para profissionalizar a categoria e melhorar a qualidade dos árbitros.

Questionado sobre a intenção da Anaf de tornar a arbitragem independente da CBF, o secretário-geral da entidade que rege o futebol brasileiro, Walter Feldman, afirmou desconhecer essa reivindicação. “Na última reunião da associação dos árbitros, foi discutido apenas a questão do 0,5% em direito de arena na MP. Esse outro tema não foi tratado lá”, comentou o secretário da CBF.



  • Luiz Gonzaga de Souza

    Vender resultados, não?

MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo