Uso de replay em vídeo para ajudar a arbitragem estará de novo em pauta na IFAB



Em tempos de mão na bola ignorada por árbitro e impedimentos mal marcados/não assinalados para dar e vender no futebol brasileiro, o uso de vídeos para analisar lances capitais em partidas já foi colocado na agenda da reunião de outubro da International Football Association Board (IFAB), órgão que define as regras da modalidade.

O uso de imagens para validar jogadas que não sejam interpretativas – como impedimentos – foi sugerido pelo brasileiro Manoel Serapião, em abril. Além de Serapião, outro representante da América do Sul é o uruguaio Jorge Larrionda.

– Os erros grosseiros, aquilo que macula a competição, vão desaparecer – prevê Serapião, caso o mecanismo seja aceito.

Outro item que estará em pauta é o possível fim da chamada tripla punição, que é quando um jogador impede uma clara chance de gol dentro da área, sendo expulso, com marcação de pênalti e cumprimento de suspensão.

– Tecnologia para arbitragem: a conta de R$ 50 milhões que ninguém aceitou



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo