Custo da comissão técnica do Palmeiras dobrou nos últimos meses



Aumento das despesas coincidiu com a chegada do técnico Marcelo Oliveira, mas Palmeiras aponta outros motivos para a alta nos custos com a comissão técnica

O custo mensal da comissão técnica do Palmeiras passou de R$ 1 milhão nos meses de junho e julho, valor que é mais que o dobro da despesa que o clube teve com o departamento em abril, quando o custo foi de R$ 480 mil. Segundo o clube, apesar da coincidência, a alta nas despesas com a comissão não está relacionada com chegada do técnico Marcelo Oliveira e de mais três profissionais (dois auxiliares e um preparador físico).

Segundo Luciano Paciello, diretor financeiro do Palmeiras, a alta de junho deve-se ao valor da multa pela demissão do ex-técnico Oswaldo de Oliveira, cujo contrato previa o pagamento de um salário em caso de rescisão. Já o motivo para o aumento dos custos da comissão técnica em julho foi o pagamento acumulado da premiação de cerca de oito jogos. “Os números são muito próximos mas os motivos são totalmente distintos”, explicou o diretor palmeirense.



MaisRecentes

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo

Pretenso patrocinador do Vasco já foi punido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM)



Continue Lendo

Mesmo com prêmio milionário, caso conquiste a Copa do Brasil, Cruzeiro deve fechar o ano no vermelho



Continue Lendo