Custo da comissão técnica do Palmeiras dobrou nos últimos meses



Aumento das despesas coincidiu com a chegada do técnico Marcelo Oliveira, mas Palmeiras aponta outros motivos para a alta nos custos com a comissão técnica

O custo mensal da comissão técnica do Palmeiras passou de R$ 1 milhão nos meses de junho e julho, valor que é mais que o dobro da despesa que o clube teve com o departamento em abril, quando o custo foi de R$ 480 mil. Segundo o clube, apesar da coincidência, a alta nas despesas com a comissão não está relacionada com chegada do técnico Marcelo Oliveira e de mais três profissionais (dois auxiliares e um preparador físico).

Segundo Luciano Paciello, diretor financeiro do Palmeiras, a alta de junho deve-se ao valor da multa pela demissão do ex-técnico Oswaldo de Oliveira, cujo contrato previa o pagamento de um salário em caso de rescisão. Já o motivo para o aumento dos custos da comissão técnica em julho foi o pagamento acumulado da premiação de cerca de oito jogos. “Os números são muito próximos mas os motivos são totalmente distintos”, explicou o diretor palmeirense.



MaisRecentes

Decisão da Justiça libera construção no terreno do clube Everest



Continue Lendo

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo