Investigação do FBI não tem atrapalhado negociações da CBF no exterior, garante diretor



Diretor de assuntos internacionais da CBF e deputado federal, Vicente Cândido tem desbravado mercados, como a China, e está de olho na Rússia, Irã, Nigéria e Marrocos para levar a marca da entidade. O dirigente, apesar da crise institucional que tomou conta da gestão atual desde a prisão de José Maria Marin em Zurique, garante que a investigação do FBI não gerou desconfiança nos interlocutores estrangeiros da entidade. “A marca CBF é mais forte que qualquer denúncia”, assegura.

No momento, o mercado chinês é o grande foco de expansão da CBF no exterior. Segundo Vicente Cândido, a negociação com os chineses envolve intercâmbios para a formação de atletas e em gestão esportiva, venda de produtos, disputa pelo fundo criado na China para investimento no Brasil e televisionamento de jogos.



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo