CBF vai fazer reavaliação dos jogos às 11h na Série A do Brasileiro



A comissão médica e a diretoria de competições da CBF vão se reunir entre os dias 30 de setembro e 7 de outubro para definir o futuro dos jogos realizados às 11h de domingo. Os integrantes estão recolhendo dados, como os efeitos técnicos e físicos das partidas, além das temperaturas em cada jogo, para tomar a decisão com base científica, segundo revelou o presidente da comissão médica da CBF, Jorge Pagura. O horário agrada à maioria dos clubes e a média de público supera o restante dos jogos, a questão é que a tendência é o aumento das temperaturas, o que dificultaria a vida dos jogadores.

Por conta disso, o presidente da comissão médica da CBF contou que a parada técnica de três minutos nos dois tempos de partida do Brasileirão foi liberada nos jogos das 11h mesmo quando a temperatura não chega aos 28 graus, como prevê a Fifa. De acordo com Jorge Pagura, “a segurança dos jogadores vem em primeiro lugar”.

Um dos clubes que apoiam os jogos das 11h é o Santos. Tanto que o presidente do clube, Modesto Roma Jr., aproveitou a ida à sede da CBF ontem para pedir à diretoria de competições da entidade para jogar mais vezes neste horário. “Se os outros não querem jogar agora, eu quero. Enchemos a Vila Belmiro nos dois jogos nesse horário”, disse o dirigente, referindo-se às reclamações de Grêmio e Palmeiras, por exemplo.



MaisRecentes

Vasco acerta aumento pontual da exposição do Azeite Royal na camisa



Continue Lendo

Especialistas em Direito do Esporte se unem em um novo escritório de advocacia



Continue Lendo

Caso Everest: Diário Oficial publica autorização para licitar nova sede do clube



Continue Lendo