Especialista em direito desportivo diz que artigo do Profut é o ‘AI-5 do Futebol’



Advogado fez duras críticas a artigos sancionados pela presidente Dilma no Profut (Crédito: Wallace Teixeira/Ferj)

O advogado Álvaro Melo Filho, que prestou consultoria aos clubes e à CBF sobre o Profut, fez duras críticas aos vetos de Dilma na lei. Sobre o artigo 5, que estabelece alterações nos estatutos de clubes e entidades, o advogado classificou o trecho como o “AI-5 do Futebol”, em referência ao Ato Institucional assinado em 1968 pelo presidente Costa e Silva, tido como o golpe mais duro da ditadura.

Durante palestra no Rio, Álvaro Melo Filho disse que “o governo quer transformar um potencial craque num usuário de crack” ao se referir ao veto que permite vínculo de formação com atletas a partir de 12 anos e não 14, como é hoje. Sobre jogadores participarem da assembléia eleitoral das entidades, ele ainda falou: “Alguém já viu em assembléia de banco os bancários votarem?”.



MaisRecentes

‘Agressividade’ de Mattos no mercado rende brincadeiras nos bastidores



Continue Lendo

CBF planeja Seleção de Masters para 2018: projeto social e de imagem



Continue Lendo

CBF ‘absolve’ árbitro que não viu confusão Vizeu x Rhodolfo, mas STJD vai analisar



Continue Lendo