‘Somos reféns da Fifa e Conmebol’, diz diretor da CBF sobre mudanças no calendário



Deputado ficou responsável por colher dados sobre o calendário do futebol brasileiro que serão apresentados na Câmara, em novembro

Após cumprir três das cinco etapas do trabalho sobre o calendário do futebol brasileiro a ser apresentado na Câmara em novembro, o deputado Marcelo Aro (PHS-MG) diz que será um desafio ajustar as datas da modalidade no país sem que haja conflitos com o calendário internacional. “Realmente é uma matemática muito difícil”, diz Aro, que também é diretor de ética e transparência da CBF.

A avaliação preliminar de Aro é que o futebol brasileiro é prejudicado por ter que esperar definições do calendário internacional. “Somos reféns das datas Fifa e da Conmebol”, diz o deputado. Na última sexta-feira, ele esteve em Goiânia para debater o calendário da região Centro-Oeste em mais uma etapa para levantar dados para possíveis mudanças no segmento. As últimas visitas ocorrerão nos próximos dias 24, em Fortaleza, e 31, em Porto Alegre.



MaisRecentes

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo

Santos e FPF se unem em campanha por apoio ao futebol feminino no Brasil



Continue Lendo

Jogos da Série B1 do Carioca terão transmissão pela tv a cabo



Continue Lendo