‘Somos reféns da Fifa e Conmebol’, diz diretor da CBF sobre mudanças no calendário



Deputado ficou responsável por colher dados sobre o calendário do futebol brasileiro que serão apresentados na Câmara, em novembro

Após cumprir três das cinco etapas do trabalho sobre o calendário do futebol brasileiro a ser apresentado na Câmara em novembro, o deputado Marcelo Aro (PHS-MG) diz que será um desafio ajustar as datas da modalidade no país sem que haja conflitos com o calendário internacional. “Realmente é uma matemática muito difícil”, diz Aro, que também é diretor de ética e transparência da CBF.

A avaliação preliminar de Aro é que o futebol brasileiro é prejudicado por ter que esperar definições do calendário internacional. “Somos reféns das datas Fifa e da Conmebol”, diz o deputado. Na última sexta-feira, ele esteve em Goiânia para debater o calendário da região Centro-Oeste em mais uma etapa para levantar dados para possíveis mudanças no segmento. As últimas visitas ocorrerão nos próximos dias 24, em Fortaleza, e 31, em Porto Alegre.



MaisRecentes

Grupos políticos do Vasco pedem fim de gasto extra em viagens



Continue Lendo

Rubens Lopes, presidente da Ferj, vê problema em fluxo de pagamento de cotas de TV aos clubes



Continue Lendo

Sem ser relacionado, Deyverson deve conversar com Mano Menezes



Continue Lendo