Oposição vascaína pena contra autoritarismo de Eurico Miranda



Conselheiros têm recorrido aos serviços dos Correios para que documentos cheguem aos diretores e membros dos Conselhos do Vasco

Suspensão de sócios do quadro de associados por criticarem a diretoria e proibição de protocolar qualquer pedido ou documento através da secretaria do clube. Pregadas recentemente, as ações de cunho autoritário são as mais novas broncas da oposição do Vasco em relação à gestão de Eurico Miranda. Segundo conselheiros vascaínos, o presidente tem desrespeitado a independência entre os poderes do clube e vetado a consulta a atas de reuniões do Conselho e pareceres sobre as contas do clube.

Alternativa
Sem conseguir protocolar pedidos na secretaria de São Januário, conselheiros vascaínos têm recorrido aos serviços dos Correios para enviar os documentos para a atual diretoria e membros dos Conselhos do clube. A coluna tentou falar com o VP geral, Sílvio Godói, e com o assessor da presidência, Ricardo Vasconcellos, mas ambos não retornaram os contatos.

Substituto
Em nota publicada no último final de semana, a Frente de Oposição Vascaína criticou o fato de Eurico Miranda ter se escondido “covardemente atrás da instituição” na demissão do técnico Celso Roth após a derrota contra o Coritiba. O documento diz ainda que o presidente e seus filhos desapareceram nos momentos mais críticos da última semana, colocando na linha de frente o VP de futebol, José Luis Moreira.

À distância
Ciente da demanda dos clubes por mais cotas de TV nas competições continentais, o diretor-geral dos canais Fox no Brasil, Gustavo Leme, diz que não mantém contato com os cartolas brasileiros e que pretende continuar com essa política. O executivo avalia também que os escândalos envolvendo a Conmebol não teve “reflexos negativos” na Fox, que é detentora dos direitos de transmissão dos torneios da entidade.

Fórum
Brasília tem sido protagonista do futebol brasileiro neste ano, mas bem mais pelos assuntos políticos do que pelo desempenho dos times do DF nas competições nacionais.

Primeiro foi o longo trâmite da MP do Profut, sancionada este mês. E em junho, foi a vez da CPI do Futebol ser instalada para apurar irregularidades em acordos da CBF na Copa das Confederações e Copa-2014.

Agora, a Comissão do Esporte na Câmara anunciou a criação do Fórum Legislativo do Futebol, que ocorrerá no dia 24 de novembro.

Até lá, deputados vão colher dados referentes a cinco principais temas a serem debatidos no evento: legislação trabalhista, tributária e previdenciária; formação de atletas; calendário; segurança nos estádios; e legados dos estádios da Copa-2014.
De Letra

“O modelo antigo de Estadual é uma perda de tempo”

Evandro Carvalho, presidente da Federação Pernambucana, defendendo o formato com uma fase de classificação entre pequenos antes da entrada dos grandes times na competição.



MaisRecentes

Zagueiro Felipe Santana, ex-Atlético-MG, pode ir para o futebol alemão



Continue Lendo

Investimento milionário na Granja Comary incomoda dirigentes de clubes da Série A



Continue Lendo

Cargos de vice-presidentes têm gerado desconforto entre grupos políticos no Vasco



Continue Lendo