Ações para a despedida de Rogério Ceni começarão em setembro



Goleiro completará 25 anos defendendo o São Paulo no próximo dia 7 de setembro

O São Paulo fará uma série de ações para celebrar a despedida do goleiro Rogério Ceni e a primeira delas já tem dia para ocorrer: 7 de setembro, data em que o ídolo são-paulino completa 25 anos de clube. Não está definido ainda o que será feito nesta data, que cai em uma segunda-feira, mas a expectativa é que um evento ocorra no Morumbi. Outra ação é o terceiro uniforme que será lançado em outubro pelo São Paulo, que incluirá a despedida de Ceni entre as iniciativas celebradas com o novo produto.

Mão de obra
No balanço do mês de junho, a relação de funcionários do departamento de futebol do clube somou 283 profissionais no período, quase 90 a mais do que o mês de maio e cerca de 100 acima do registrado em janeiro. Segundo o clube, a variação deve-se à inclusão de alguns centros de custos (unidades internas de uma organização) em junho que gerou a diferença nos dados. E que o aumento real foi de apenas oito funcionários de janeiro a junho.

Caravana
A Federação Baiana de Futebol (FBF) criará uma equipe de coordenação voltada ao futebol feminino que percorrerá cidades do interior da Bahia em busca de talentos para a modalidade. A iniciativa visa selecionar talentos para reforçar os times que disputarão o estadual feminino de 2016. A caravana percorrerá o estado a partir de setembro. “Por falta de oportunidade, muitas param de jogar futebol”, diz Ednaldo Rodrigues, presidente da FBF.

40 anos
A fabricante brasileira de material esportivo Topper lança nesta semana uma campanha para celebrar os 40 anos da marca. A ação tem como tema “O Grito é Gol”, que marca o novo posicionamento da Topper que estará focado na região Nordeste e no eixo RJ-SP.
Hermanos
Campeão da Copa América, o Chile recebeu mais de 300 mil turistas durante o torneio, gerando uma receita de US$ 70 milhões (R$ 240 millhões), segundo o Ministério de Economia, Desenvolvimento e Turismo do país (Sernatur).

Vice na competição, a Argentina teve importante contribuição para os números. Os hermanos lideram a lista de visitantes com 115,4 mil turistas no Chile, sendo que apenas 45,8 mil brasileiros foram ver a Copa América.

O Chile ainda obteve um aumento de 43% no número de transações com cartões de crédito internacionais no período da competição.

Neste quesito, chama a atenção a alta de 429% na utilização de cartões na região de Coquimbo, ao norte de Santiago. O local foi a casa da seleção argentina no torneio.
De Letra

“Não faremos à revelia da CBF”

Fred Luz, diretor-geral do Flamengo, sobre a intenção do clube de participar da Copa Sul-Minas na próxima temporada caso o torneio volte a ser disputado.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo