São Paulo renegocia contratos para aliviar a crise financeira



Novo CEO do São Paulo, Alexandre Bourgeois está à frente das renegociações de contrato do clube

Em crise financeira, o São Paulo tenta renegociar contratos com parceiros e prestadores de serviços para aliviar as contas do clube. Pelo menos cinco acordos estão sendo discutidos atualmente, entre eles o da fornecedora americana de material esportivo Under Armour, que passou a vigorar no último mês de abril e é foco de discussão entre a atual diretoria e grupos de oposição por conta da comissão paga à empresa Far East, que intermediou o negócio.

Além do contrato com a empresa americana, o São Paulo renegocia os acordos feitos com rede de fast-food Habib’s, com a fornecedora de catracas Smartmov e com o escritório de advocacia AMVO. A iniciativa do clube foi descrita como uma “reengenharia financeira” e tem à frente o executivo Alexandre Bourgeois, que assumiu o cargo de CEO do São Paulo há um mês.

Sem dinheiro para honrar os compromissos financeiros, a renegociação dos contratos foi a saída encontrada pela equipe de Bourgeois para reduzir o déficit do clube do Morumbi atualmente. Além de melhores condições para acertar os acordos, a renegociação envolve ainda tentativas de alterar as cláusulas já firmadas, como a exclusividade que a rede Habib’s tem na comercialização de alimentos dentro do Morumbi.



MaisRecentes

Gestão de associação coloca clubes de Santa Catarina na vanguarda do futebol



Continue Lendo

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo

Zagueiro Igor Rabello pode deixar o Botafogo e se transferir para a Itália



Continue Lendo