CBF tem custo mensal de R$ 52 mil com ferramenta de estatística



Software de estatística foi implantada pela gestão de Marco Polo Del Nero à frente da CBF

A concessão de assinatura de uma ferramenta de scouting aos 100 clubes das Séries A, B, C e D terá um custo mensal para a CBF em torno de R$ 52 mil (levando em conta a cotação atual do Euro). O software é produzido pela italiana Wyscout, que disponibiliza o pacote previsto para clubes por 149 euros/mês. O Corinthians é um dos clubes que já usa o serviço, mas terá um login adicional para uma conta destinada às categorias de base.

Primeiros da lista
A CBF iniciou nesta semana a publicação dos nomes dos intermediários cadastrados que estão aptos a atuar nas negociações envolvendo clubes e jogadores de futebol. Até o momento, aparecem quatro nomes na lista: Elias Wallauer, Francesco Iovene, Paulo Fernando Tonietto (Tonietto Assessoria de Esportes Ltda) e Jorge Moraes, que recebeu o número “01” da lista.

Tudo encaminhado
Liderados pelo conselheiro Wlademir Pescarmona, a oposição do Palmeiras já colheu 400 assinaturas e mais de 30 procurações de conselheiros contra a iniciativa da diretoria do Palmeiras, e um documento já foi redigido por um advogado com as irregularidades na cobrança aos sócios.

Sem custos
Para a ação, o grupo ainda se baseia em uma carta de 2008 em que a diretoria da época convida os sócios para a votação da Assembléia Geral que autorizou a construção do novo estádio do Palmeiras e obras para modernizar as instalações sociais do clube. No documento, está que nenhum custo seria repassado aos associados e foi assinado pelos presidentes dos três poderes do clube: Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho de Orientação e Fiscalização (COF).

Dívida em alta
Entre 2009 e 2014, os empréstimos obtidos pelos 14 maiores clubes de futebol do país junto a instituições financeiras praticamente triplicou, passando de R$ 568 milhões para R$ 1,5 bilhão. Dentro da dívida total dos times, hoje na casa dos R$ 5 bilhões, a participação dos empréstimos bancários saltou de 10% para 26%. Os dados são do levantamento feito por Carlos Aragaki, especialista em análise financeira dos clubes de futebol e sócio da auditoria UHY Moreira.

Novos olheiros
Com serviços prestados para times brasileiros (Atlético-PR) e do exterior (Bayer Leverkusen e Fenerbahçe), o consultor esportivo Eduardo Fantato irá expor seu conhecimento no curso “Detecção de Talento e Análise de Desempenho no Futebol”. O evento ocorrerá em setembro em Santa Bárbara D’Oeste, no interior de São Paulo.
Favela
O futebol com sete jogadores em cada time tem ganho espaço no país e atraído ex-jogadores como Felipe (ex-Vasco) e Souza (ex-Sâo Paulo).

Para aproveitar essa ascensão, o Governo do Estado do RJ, a Prefeitura e a Federação de Futebol 7 do Rio conversam para lançar um campeonato da modalidade no estado.

Mas o curioso é que o torneio será voltado para as favelas do estado do RJ, locais de onde surgem muitos talentos da bola.

O torneio será organizado pela própria Federação abrangendo apenas categorias de base, do sub–9 ao sub–17. E os jogos devem ser disputados na Arena Fut Mauá, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

As conversas entre federação e os órgãos públicos estão adiantadas e a expectativa é que o torneio das favelas comece no próximo mês de setembro.
De Letra

“Ninguém está entrando na Justiça contra o Palmeiras, mas contra uma determinação da presidência”

Wlademir Pescarmona, conselheiro do Palmeiras, sobre a ação judicial da oposição para tentar brecar o repasse dos custos de uma obra na sede do clube aos sócios.



MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo