CBF tem custo mensal de R$ 52 mil com ferramenta de estatística



Software de estatística foi implantada pela gestão de Marco Polo Del Nero à frente da CBF

A concessão de assinatura de uma ferramenta de scouting aos 100 clubes das Séries A, B, C e D terá um custo mensal para a CBF em torno de R$ 52 mil (levando em conta a cotação atual do Euro). O software é produzido pela italiana Wyscout, que disponibiliza o pacote previsto para clubes por 149 euros/mês. O Corinthians é um dos clubes que já usa o serviço, mas terá um login adicional para uma conta destinada às categorias de base.

Primeiros da lista
A CBF iniciou nesta semana a publicação dos nomes dos intermediários cadastrados que estão aptos a atuar nas negociações envolvendo clubes e jogadores de futebol. Até o momento, aparecem quatro nomes na lista: Elias Wallauer, Francesco Iovene, Paulo Fernando Tonietto (Tonietto Assessoria de Esportes Ltda) e Jorge Moraes, que recebeu o número “01” da lista.

Tudo encaminhado
Liderados pelo conselheiro Wlademir Pescarmona, a oposição do Palmeiras já colheu 400 assinaturas e mais de 30 procurações de conselheiros contra a iniciativa da diretoria do Palmeiras, e um documento já foi redigido por um advogado com as irregularidades na cobrança aos sócios.

Sem custos
Para a ação, o grupo ainda se baseia em uma carta de 2008 em que a diretoria da época convida os sócios para a votação da Assembléia Geral que autorizou a construção do novo estádio do Palmeiras e obras para modernizar as instalações sociais do clube. No documento, está que nenhum custo seria repassado aos associados e foi assinado pelos presidentes dos três poderes do clube: Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho de Orientação e Fiscalização (COF).

Dívida em alta
Entre 2009 e 2014, os empréstimos obtidos pelos 14 maiores clubes de futebol do país junto a instituições financeiras praticamente triplicou, passando de R$ 568 milhões para R$ 1,5 bilhão. Dentro da dívida total dos times, hoje na casa dos R$ 5 bilhões, a participação dos empréstimos bancários saltou de 10% para 26%. Os dados são do levantamento feito por Carlos Aragaki, especialista em análise financeira dos clubes de futebol e sócio da auditoria UHY Moreira.

Novos olheiros
Com serviços prestados para times brasileiros (Atlético-PR) e do exterior (Bayer Leverkusen e Fenerbahçe), o consultor esportivo Eduardo Fantato irá expor seu conhecimento no curso “Detecção de Talento e Análise de Desempenho no Futebol”. O evento ocorrerá em setembro em Santa Bárbara D’Oeste, no interior de São Paulo.
Favela
O futebol com sete jogadores em cada time tem ganho espaço no país e atraído ex-jogadores como Felipe (ex-Vasco) e Souza (ex-Sâo Paulo).

Para aproveitar essa ascensão, o Governo do Estado do RJ, a Prefeitura e a Federação de Futebol 7 do Rio conversam para lançar um campeonato da modalidade no estado.

Mas o curioso é que o torneio será voltado para as favelas do estado do RJ, locais de onde surgem muitos talentos da bola.

O torneio será organizado pela própria Federação abrangendo apenas categorias de base, do sub–9 ao sub–17. E os jogos devem ser disputados na Arena Fut Mauá, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

As conversas entre federação e os órgãos públicos estão adiantadas e a expectativa é que o torneio das favelas comece no próximo mês de setembro.
De Letra

“Ninguém está entrando na Justiça contra o Palmeiras, mas contra uma determinação da presidência”

Wlademir Pescarmona, conselheiro do Palmeiras, sobre a ação judicial da oposição para tentar brecar o repasse dos custos de uma obra na sede do clube aos sócios.



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo