Em decreto, Dilma decidirá montante que irá para o futebol feminino pelo Profut



Dilma decidirá percentual que será destinado ao futebol feminino através da loteria esportiva criada pela MP do Profut

Após muita reclamação dos dirigentes e parlamentares ligados à “bancada da bola”, o percentual da verba a ser destinado para o futebol feminino pelos clubes ficou em aberto dentro da MP do Profut. Mas, segundo apurou a coluna, essa fatia, que sairá da loteria a ser criada pela nova lei, será decidida por decreto pela presidente Dilma após o texto ser sancionado. O valor sairá do percentual que será repassado aos times através da Lotex, que abrangerá dois tipos de jogos envolvendo as marcas dos clubes.

Sem divisão
No texto aprovado no Senado, na semana passada, os clubes de futebol receberão um percentual de 3% do total arrecadado na loteria criada na modalidade de cota fixa (apostas online). Na MP do Profut está que esse valor deve ser destinado a três áreas: futebol feminino, futebol de base e custeio de ingressos populares. Entretanto, o texto não especifica o quanto cada uma dessas áreas receberá do total repassado, percentual que ficou para a decisão de Dilma.

Proposta final
O grupo de trabalho instituído pela Ferj para discutir possíveis mudanças na fórmula de disputa do Carioca ficou de mandar hoje ao presidente Rubens Lopes uma proposta final para a edição de 2016. A expectativa é que, com o documento em mãos, o dirigente marque o arbitral para sacramentar os rumos do torneio. O Carioca deve ter 18 datas e 16 clubes divididos em dois grupos de oito.

Sem novidades
Sobre a reforma do estatuto da Fifa anunciada ontem por Joseph Blatter, o advogado Eduardo Carlezzo, especializado em direito desportivo, lembra que alguns dos pontos foram reprovados em reunião da entidade realizada às vésperas da Copaa-2014, em São Pualo. “Os itens da reforma são importantes e positivos mas não são novos”, aponta Carlezzo.

Musa do MMA
A Budweiser fechou contrato com a lutadora americana de MMA, Ronda Rousey, para ser a nova garota-propaganda da marca de cerveja. Com o acordo, a imagem da atleta será muito explorada pela Bud no mercado brasileiro, onde a campeã do UFC lutará no próximo mês. Além de um comercial divulgado nas redes sociais da marca e no canal pago Combate, as ações com a atleta também estarão em bares e supermercados do país.

Perdeu espaço
Ronda Rousey irá ocupar o lugar do brasileiro Anderson Silva nas ações de marketing da Budweiser ligadas ao UFC. Segundo a assessoria da marca, o contrato com o lutador se encerrou no último mês de fevereiro e uma renovação não foi discutida ainda por conta da indefinição sobre a volta ou não de Anderson Silva aos octógonos.

Preço de banana
O envolvimento da CBF em escândalos de propina e corrupção e os maus resultados da Seleção Brasileira em campo têm tido grande reflexo na venda de produtos ligados à equipe nacional de futebol. Atualmente, o preço da camisa oficial do Brasil fabricada para o torcedor no site da Netshoes, por exemplo, caiu de R$ 230 para apenas R$ 60, uma redução de 74%.
Prato cheio
Bem diferente de uma Olimpíada, o Pan de Toronto tem sido um prato cheio para o Ministério do Esporte ressaltar as ações em prol do esporte por conta do grande número de medalhas conquistas pelo país.

Ontem, a pasta divulgou dados referentes a quatro modalidades de pouca tradição do país: lutas, badminton, canoagem, e levantamento de peso.

Só nesses esportes, são 808 atletas contemplados no programa Bolsa Atleta, que recebem um total de R$ 10,8 milhões por ano.

Só a canoagem é responsável por mais da metade dos bolsistas (436) e dos investimentos (R$ 5,7 milhões).

– Os resultados provam que, em muitas modalidades sem tradição, os resultados chegam quando recebem investimentos – explicou Ricardo Leyser, secretário-executivo do Ministério do Esporte.

 

De Letra

“Ele é um mal educado. Há pessoas que não conhecem seus limites”

Joseph Blatter, presidente da Fifa, sobre o comediante Simon Brodkin, que invadiu a coletiva da entidade e jogou notas de dólares no dirigente.



MaisRecentes

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo

Na Seleção, preferência para sorteio da Copa é estrear mais tarde



Continue Lendo