Superclássico das Américas é suspenso: nada de Brasil x Argentina



O Superclássico das Américas não vai acontecer em 2015. A partida entre Brasil x Argentina, prevista para o dia 5 de setembro, em San Francisco, na Califórnia, não será confirmada pela CBF diante da dificuldade de atuação por parte da metade hermana da organização, a empresa Full Play, cujos donos Hugo e Mariano Jinkis, estão presos graças às denúncias do FBI de um esquema de propina na Conmebol e Concacaf.

Com a suspensão do jogo deste ano, o contrato foi prorrogado por mais um ano (vai até 2020).

– Foi uma decisão que a AFA tomou e comunicou a CBF, mas vai ter um ano a mais de Superclássico. A coisa tem que estar palatável para todo mundo. Se está desconfortável para alguém, é melhor não acontecer – disse o empresário Kleber Leite, da Klefer, a empresa que organiza o Superclássico pelo lado brasileiro e também é um dos suspeitos investigados pela Justiça Americana.

Agora, a Pitch International, empresa inglesa que organiza os amistosos da Seleção Brasileira, vai ter que procurar um novo adversário para a equipe de Dunga. No dia 8, o Brasil já vai enfrentar os Estados Unidos, em Boston.

Em 2013, o Superclássico também foi suspenso. Só que por falta de datas no calendário. Na época, os jogos não eram marcados em datas Fifa.



MaisRecentes

Valorizado após a Copa do Mundo, Fágner tem proposta do Napoli-ITA



Continue Lendo

Fora de painel com ídolos em São Januário, Pedrinho deve entrar na próxima expansão



Continue Lendo

Neymar é o alvo do Real Madrid para o lugar de Cristiano Ronaldo, revela jornalista espanhol



Continue Lendo