Árbitros recebem nota média de 8,28 da Comissão de Arbitragem da CBF



Nota leva em consideração os 592 árbitros que apitaram em todas as competições nacionais deste ano

Os 592 árbitros e assistentes que atuam no Brasileiro tiveram média de 8,28 nas notas até o final de junho. A avaliação é feita por uma equipe de assessores da Comissão de Arbitragem da CBF, e abrange partidas de todos os torneios organizados pela entidade no período, como Séries A, B e C, Copa do Nordeste, Copa Verde e Copa do Brasil. Ao todo, foram emitidas 1.776 notas, e apenas 25 árbitros receberam nota inferior a 7. Segundo a própria CBF, esses profissionais foram orientados a melhorar o desempenho em campo.

Rigor no apito
A média alta obtida pelos árbitros das competições ocorre no ano em que os juízes estão mais rigorosos nos cartões em relação a reclamações dos jogadores. Segundo a Comissão de Arbitragem da CBF, essa postura mais rígida dos árbitros foi exigida pelo presidente do órgão, Sérgio Corrêa, e tem sido o maior desafio da CBF na área para a temporada deste ano.

Pegou pesado
O presidente do Sindicato dos Atletas de SP (Sapesp), Rinaldo Martorelli, fez duras críticas ao Bom Senso FC em texto publicado no site da entidade. Além de chamar o movimento de “Falta de Bom Senso Futebol Clube”, Martorelli diz que o grupo foi responsável por reduzir de 100% para 50% os salários mensais que os atletas teriam direito de receber em caso de rescisão de contrato, e de dobrar o tempo que o jogador fica sem receber os ganhos em processos judiciais contra o clube empregador.

Deixe-nos em paz
Ainda de acordo com o presidente do Sapesp, Rinaldo Martorelli, “só resta o desprezo e o apelo que esses milionários definitivamente saiam das discussões e deixe a categoria lutar por seus direitos, como sempre fez”. Contatada pela coluna, a assessoria do Bom Senso não respondeu até o fechamento desta edição.

Atenção especial
Uma reunião na tarde de hoje irá definir o esquema que o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) adotará no clássico entre Fluminense e Vasco no próximo domingo, no Maracanã. A previsão é que 300 policiais atuem dentro do estádio. Mesmo que não aumente o efetivo em relação a outros clássicos, o Gepe fará um policiamento especial por conta da rivalidade criada entre os dois clubes por conta da polêmica dos lados das torcidas no Maracanã.

Um desastre
Flamenguista, o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) esteve no último domingo no Maracanã para assistir ao jogo de seu time contra o Corinthians. E o parlamentar saiu irritado do estádio após ver o clube rubro-negro ser derrotado por 3 a 0 para o rival paulista. “Vim ao Maracanã ver esse desastre que foi o Flamengo hoje”, afirmou Leite.

Hora do jogo
Especializado em relógios, o Grupo Technos lançou uma nova linha de produtos licenciados de times de futebol. Entre os clubes parceiros da empresa estão Flamengo, Corinthians, Cruzeiro, Internacional e Grêmio. Segundo o Grupo Technos, os produtos serão vendidos em lojas físicas e virtuais dos clubes e também em relojoarias.

Samba no Pan
Integrantes da delegação brasileira de badminton que disputa os Jogos Pan-Americanos de Toronto, os atletas Ygor Coelho e as irmãs Lohaynny e Luana Vicente aprimoraram suas técnicas na modalidade de um jeito bem brasileiro.

Eles fizeram parte do projeto social Miratus, que atende crianças e jovens da comunidade da Chacrinha, em Jacarepaguá, no RJ.

Dentro do projeto, que atua como um Centro de Treinamento de Badminton, a modalidade é praticada através da técnica chamada “Bamon”, que usa o samba nos treinos para ajudar na flexibilidade dos movimentos.

Entre os apoiadores do projeto está a Invepar, holding que controla o MetrôRio e a LAMSA, no RJ, e o Aeroporto de Guarulhos, em SP.

Desde a sua inauguração em 2004, a iniciativa que já recebeu mais de 3,5 mil moradores da região.

De Letra

“Essa herança maldita acabou levando o futebol brasileiro a muitas dificuldades”

Zezé Perrella, senador pelo PDT–MG, sobre sobre a dívida fiscal dos clubes que pode ser refinanciada pela MP do Profut. Perrela é ex-presidente do Cruzeiro.



  • Francisco Costa

    As notas dadas para a arbitragem foram altas? Manda ele olhar o bandeira do jogo Flamengo e Corinthians! Não influenciou na derrota(justa) mas anulou gol legítimo e marcou impedimentos inexistentes!

MaisRecentes

Diretor da Chape compara permanência na Série A a título da Champions League



Continue Lendo

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo