CBF estuda ajuste no calendário da Série D do Brasileiro



Tombense foi o campeão da Série D do Brasileiro em 2014

Após fechar com o Esporte Interativo para transmitir a Série D pelos próximos quatro anos, a CBF avalia mais mudanças na competição. A mais significativa delas está no calendário, passando o início da disputa de julho, como é atualmente, para maio. A ideia é acabar com o hiato entre Estadual e Brasileiro, o que faz com que os times classificados desmontem elencos por falta de atividade e tenham que recontratar jogadores meses depois. Se vingar, a mudança deve ser anunciada em agosto.

Grana na CBF
A verba do contrato de TV com o Esporte Interativo ficará no caixa da CBF e não será repassada diretamente para os clubes da Série D. O entendimento da entidade é que, se houvesse rateamento, o efeito seria irrisório. Segundo a estimativa, o que o EI pagará será menos que o custeio da arbitragem (cerca de R$ 1,5 milhão), que é responsabilidade da CBF. Além disso, a entidade projeta mais gastos com ajustes dos estádios para transmissão televisiva, como as placas ao redor dos campos.

Mais times
Outra mudança avaliada pela CBF é o aumento de participantes no Brasileiro da Série D. Atualmente, 40 clubes disputam a competição. Por ora, estão descartadas a redução e a criação de uma Série E. A ressalva é que, com mais times, o gasto da entidade também subiria, já que é ela quem banca passagens aéreas e hospedagem das delegações.

Não abriu mão
Nas diversas reuniões ocorridas para se chegar a um acordo em relação ao conteúdo da MP do Profut, os parlamentares da “bancada da bola” e ligados aos clubes e à CBF solicitaram que a taxa de juros sobre o refinanciamento da dívida fiscal fosse alterada, da Selic para o IPCA. Representantes do governo nas reuniões, entretanto, não abriram mão.

Vendas em alta
Parceira do Flamengo na gestão da loja online do rubro-negro carioca, a Centauro verificou um aumento de 80% na venda de camisas do clube nos meses de maio e junho deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Em ambas as épocas, o Flamengo lançou novos uniformes, mas com o diferencial de ter coincidido com as contratações dos atacantes Guerrero e Emerson Sheik neste ano.

Entre os líderes
Com a alta nas vendas, o Flamengo é o clube que mais vendeu camisas nas lojas da Centauro nesta temporada. Na sequência está o Corinthians, o que não é novidade considerando o tamanho das duas torcidas. Entretanto, chama a atenção o clube que aparece na terceira posição em vendas de camisas de futebol no país, que é o Barcelona.

Reconstrução
A Portuguesa lançou um carnê de ingressos em que os torcedores poderão comprar suas entradas para todos os sete jogos do clube como mandante na primeira fase da Série C do Brasileiro. Denominado de “Reconstrução”, em alusão ao novo plano de gestão que está sendo implantado na Lusa, o carnê custará R$ 150 e dará a oportunidade dos torcedores participarem de ações de marketing do clube.
CPI
A instalação da comissão da CPI do Futebol no Senado, que tem o ex-jogador Romário como autor, foi adiada nesta semana pela terceira vez.

A expectativa é que a comissão inicie os trabalhos na próxima semana, mas se depender do Bloco da Maioria (PMDB e PSD), a iniciativa ficará para agosto.

Segundo fonte ouvida pela coluna, o bloco tem feito de tudo para postergar a instalação da Comissão para que chegue o recesso parlamentar, que tem início dia 17. Tanto que não indicou os membros que irão compor o grupo.

Por trás da iniciativa está a estreita relação do PMDB com a CBF. Presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) já teve como funcionário Vandenbergue Machado, que é diretor da entidade.

E um dos filhos de José Sarney, filiado ao partido por 30 anos, é vice da CBF.

De Letra

“Peço que pensem no futebol brasileiro e que a demagogia não tome conta deste assunto”

Jovair Arantes, deputado federal e conselheiro do Atlético-GO, sobre a votação da MP 671 ser adiada para que as lideranças dos partidos discutam ainda mais o texto.



MaisRecentes

Governo admite que errou em MP que retira recursos do esporte



Continue Lendo

Sem resposta de Zé Ricardo, Milton Mendes entra no radar do Botafogo



Continue Lendo

Novo diretor de futebol do Fluminense, Paulo Angioni tem três nomes para lugar de Abel Braga



Continue Lendo