CBF teve trabalho para montar Seleção para o Pan por causa das negativas dos clubes



Vários clubes tiveram que dizer não à CBF diante da consulta para liberação de jogadores sub-22 visando à disputa do Pan-2015. O Inter, por exemplo, não deixou que Valdivia e Vitinho saíssem. O Palmeiras, por sua vez, não quis perder Kelvin e o Atlético-PR segurou Douglas Coutinho. A CBF teve que compreender o lado dos clubes, já que a política é manter relação boa com os filiados.

Botafogo e Figueirense concordaram em liberar o lateral Gilberto e o atacante Clayton na primeira consulta da CBF. Mas, semana passada, mudaram de ideia. Como – diferentemente do que acontece nas competições da Fifa – não era possível substituir jogadores a tão pouco tempo do começo da competição (10 de julho), a CBF teve que negar a liberação.

Cara a cara
O planejamento para o trabalho integrado entre Rogério Micale e Dunga na Seleção olímpica será feito após o Pan-Americano, em julho. Nos últimos meses, as agendas das equipes principal e de base tiveram conflitos com Mundial Sub-20, Copa América e Pan. Desde que Alexandre Gallo saiu da CBF, Micale e Dunga só conversaram em Itu, na preparação do Sub-20 para o Mundial. Micale será o técnico nos amistosos da olímpica, que serão nas mesmas datas Fifa do time principal.

 



MaisRecentes

Benemérito do Vasco reclama de obstrução da secretaria para regularizar sócio



Continue Lendo

Vasco fecha com novo patrocinador até o final da temporada



Continue Lendo

Tour da Arena Corinthians já recebeu mais de 100 mil visitantes



Continue Lendo