CBF teve trabalho para montar Seleção para o Pan por causa das negativas dos clubes



Vários clubes tiveram que dizer não à CBF diante da consulta para liberação de jogadores sub-22 visando à disputa do Pan-2015. O Inter, por exemplo, não deixou que Valdivia e Vitinho saíssem. O Palmeiras, por sua vez, não quis perder Kelvin e o Atlético-PR segurou Douglas Coutinho. A CBF teve que compreender o lado dos clubes, já que a política é manter relação boa com os filiados.

Botafogo e Figueirense concordaram em liberar o lateral Gilberto e o atacante Clayton na primeira consulta da CBF. Mas, semana passada, mudaram de ideia. Como – diferentemente do que acontece nas competições da Fifa – não era possível substituir jogadores a tão pouco tempo do começo da competição (10 de julho), a CBF teve que negar a liberação.

Cara a cara
O planejamento para o trabalho integrado entre Rogério Micale e Dunga na Seleção olímpica será feito após o Pan-Americano, em julho. Nos últimos meses, as agendas das equipes principal e de base tiveram conflitos com Mundial Sub-20, Copa América e Pan. Desde que Alexandre Gallo saiu da CBF, Micale e Dunga só conversaram em Itu, na preparação do Sub-20 para o Mundial. Micale será o técnico nos amistosos da olímpica, que serão nas mesmas datas Fifa do time principal.

 



MaisRecentes

Neymar é o alvo do Real Madrid para o lugar de Cristiano Ronaldo, revela jornalista espanhol



Continue Lendo

Volante Gabriel pode deixar o Corinthians e ir para o futebol grego



Continue Lendo

Facebook e Esporte Interativo podem se unir por direitos da Liga dos Campeões no Brasil



Continue Lendo