COB usa Pan-Americano para evitar euforia nos Jogos Rio-2016



Marcus Vinícius Freire tem reforçado diferença entre Pan-Americano e Jogos Olímpicos para brasileiros

O COB tem utilizado o período pré-Jogos Pan-Americanos para “tentar educar” o torcedor brasileiro sobre a diferença nos resultados entre o evento continental e os Jogos Olímpicos, que será disputado no país em 2016. A iniciativa da entidade visa evitar que o grande número de medalhas que o Brasil deve conquistar durante o Pan do Canadá, no próximo mês, crie uma euforia entre torcedores para os Jogos Rio–2016, e pressione os atletas brasileiros a obterem os mesmos resultados no próximo ano.

Mais acessível
Para reforçar a diferença entre os eventos, principalmente na qualidade técnica em que os Jogos Olímpicos estão bem acima do Pan, o COB tem sido mais acessível à imprensa e procurado estar presente em todos os eventos que é convidada para abordar o tema. “Tenho feito um périplo para que a imprensa nos ajude com essa comunicação”, comentou Marcus Vinícius Freire, superintendente executivo de esportes do COB.

Sem preocupação
A diretoria do Corinthians mostrou tranquilidade em relação a possíveis desdobramentos da Operação Lava Jato após a prisão da alta cúpula da Odebrecht, responsável pela construção do estádio corintiano. Ontem mesmo houve uma reunião na Arena e o assunto nem chegou a ser abordado. A Odebrecht foi responsável por 4 dos 12 estádios da Copa-2014: Arena Pernambuco, Fonte Nova, Maracanã e Arena Corinthians.

De olho na Europa
Ex-gerente executivo do São Paulo, o advogado Gustavo Vieira de Oliveira pretende seguir atuando em clubes após sua passagem de dois anos pelo Morumbi. Atualmente na Europa, ele tem se reunido com dirigentes de times europeus e espera trabalhar no Velho Continente ainda este ano. Oliveira já recebeu propostas de clubes brasileiros mas recusou todas.

Nos tribunais
O ex-jogador Kauê Santos, que atuou na Penapolense em 2013, entrou com uma ação contra o clube do interior paulista e o grupo DIS, de quem era cliente, alegando abandono após sofrer grave acidente automobilístico que o fez abandonar os gramados. No processo, o ex-atleta diz que tanto o clube e quanto a empresa se recusaram a ajudá-lo após o acidente e os pedidos incluídos na ação somam quase R$ 4,5 milhões.

Sem culpa
Contatado pela coluna, o advogado e executivo da DIS, Roberto Moreno, diz que ajudou Kauê por diversas vezes financeiramente e que o grupo de investidores não pode ser responsável pois apenas representava o ex-atleta, citando que os direitos federativos pertenciam à Penapolense. Em contato por email, o ex-presidente do clube paulista, Nilso Moreira, afirmou estranhar a ação pois nem ele ou o clube foram notificados ou intimados no caso.

Rúgbi em alta
A CBRu inaugurou 4 academias de alta performance nas cidades de Niterói (RJ), Curitiba (PR), Novo Hamburgo (RS) e Florianópolis (SC), que se juntam às duas unidades já em operação no estado de SP. Essa estrutura irá atender cerca de 300 atletas entre adultos e juvenis.

Prévia
A fabricante italiana de aparelhos de musculação Technogym tem aproveitado os Jogos Europeus em Baku, no Azerbaijão, para mostrar as novidades que serão disponibilizadas aos atletas na Rio-2016.

Entre esses equipamentos, o destaque é o “Unity”. Através de um visor, a plataforma de alta tecnologia permite diversas interações online aos atletas.

Uma delas, é a conexão a redes sociais como Skype e Facebook enquanto se exercita em aparelhos como bicicletas e esteiras.

Além dessa plataforma, a Technogym mantém uma linha de equipamentos denominada “Pure Strenght” que foi desenvolvida especificamente para atletas olímpicos.

Mas enquanto o fornecimento para a competição europeia foi de 200 aparelhos, nos Jogos Rio–2016 a quantidade será cinco vezes maior.

De Letra

“No futebol se está por dinheiro ou pela glória, estou pela glória”

Juan Carlos Osorio, técnico do São Paulo, que aceitou assumir o clube com um salário bem inferior ao que ganhava o ex-treinador do time, Muricy Ramalho.



MaisRecentes

Del Nero estava em reunião quando soube de suspensão. E não pode pisar na CBF



Continue Lendo

Ideia de biometria em setor de organizadas não entra em regulamento da CBF



Continue Lendo

Licitação dará destino a direitos da Copa América que eram da Datisa



Continue Lendo