São Paulo define executivo que será o CEO do clube



Bourgeois foi CEO da Teisa, fundo de investimento que era parceira do Santos

O São Paulo definiu que Alexandre Bourgeois é o executivo ideal para ser o CEO – ou gerente-geral, como prefere a diretoria –- e liderar o novo plano de gestão do clube que foi sugerido pelo Instituto Áquila, que presta consultoria no Morumbi desde o ano passado. Bourgeois foi gestor do fundo de investimento Teisa, ex-parceiro do Santos. O executivo iniciará os trabalhos em breve e ficará responsável pela indicação de novos profissionais para atuar no novo projeto que está sendo montado pelo clube.

Prioridade
A principal iniciativa no São Paulo que Alexandre Bourgeois colocará em prática será o fundo financeiro formado por empresários são-paulinos que o presidente Carlos Miguel Aidar tanto almeja e que foi proposta de sua campanha, em 2014. Nesse projeto, os investidores vão entrar com o dinheiro e receberão como garantia a multa rescisória de atletas, podendo recuperar o investimento no momento da venda do jogador.

Pulso firme
Conhecida por seu pulso firme para lidar com os funcionários de uma das maiores redes varejistas do país, a Magazine Luiza, a empresária Luiza Trajano tem tido destaque como membro do Conselho Executivo do Comitê Organizador dos Jogos Rio-2016. Nesta semana, ela esteve presente na reunião do órgão e não deixou de cobrar mais resultados na preparação do evento.

Ninguém escapa
Nem mesmo o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, tem escapado do perfil “linha-dura” de Luiza Trajano. Seja por problemas e atrasos nas obras ou iniciativas que julgue equivocadas, a empresária não deixa de ligar ou mandar mensagens para o prefeito do Rio. Paes até brincou com a situação em apresentação recente na capital paulista sobre a organização dos Jogos Rio-2016.

Projetos do capitão
Capitão do pentacampeonato da Seleção Brasileira, Cafu esteve ontem em Brasília para uma reunião com o ministro do Esporte, George Hilton. No encontro, o ex-jogador apresentou projetos que envolvem o esporte na formação de criaças e jovens. Hilton ficou de analisar. Cafu lidera uma fundação que atende 950 adolescentes de 13 a 17 anos.

Sem escorregar
Presidente da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN), Stefano Arhnold participou da última reunião com as principais nações do segmento e afirmou que o desenvolvimento obtido pelo país nos últimos anos foi enaltecido pelos dirigentes. Segundo dados da entidade, 51 atletas brasileiros participaram das principais competições na temporada 2014/15, conquistando 91 medalhas.

Bola oval
A ESPN adquiriu os direitos de transmissão online da 5 edição da Copa do Mundo de Futebol Americano, que ocorre no próximo mês, nos Estados Unidos. Essa será a primeira vez que a Seleção Brasileira da modalidade disputará o Mundial e a estreia será contra a França, no dia 9 de julho. Além dos donos da casa, a competição também reunirá as seleções do México, Japão, Austrália e Coreia do Sul.

Unidos
A Ambev optou por um conteúdo curioso para os dois filmes de Brahma que lança hoje para divulgar o Movimento Por um Futebol Melhor, que visa reforçar os programas de sócios-torcedores no país.

Nos filmes, um produzido para o RJ e outro para SP, a trilha foi produzida misturando trechos dos hinos dos clubes rivais em cada estado.

Além de reforçar o Movimento junto aos torcedores de futebol, a empresa pretende passar uma mensagem de união entre os times.

Uma das partes da canção criada para as equipes cariocas diz “Vamos todos cantar de coração. Unido e forte pelo esporte”, unindo frases dos hinos do Vasco e Fluminense, respectivamente.

– O programa de sócios é a grande iniciativa para transformar a realidade do futebol brasileiro – diz Marcelo Tucci, diretor de marketing da Brahma.

De Letra

“O Guarani corre o risco de fechar as portas em 30 dias caso o leilão não seja anulado”

Horley Senna, presidente do Guarani, sobre o Ministério Público do Trabalho (MPT) manter o leilão do Brinco de Ouro, que foi arrematado por R$ 105 mi pelo Grupo Maxion.



MaisRecentes

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo

Mesmo debilitado, Eurico Miranda mostra sua força na política do Vasco



Continue Lendo

Apesar de decisão da Justiça, clubes apoiam Caboclo na CBF



Continue Lendo