Muricy Ramalho recebe sondagem do América do México, mas prefere não abrir negociação



2

Sem clube desde o dia 6 de abril, quando deixou o São Paulo, o técnico Muricy Ramalho recebeu três sondagens durante o período parado. Além de dois clubes brasileiros, um grande do México iniciou conversas.

Após o fim do campeonato nacional vencido pelo Santos Laguna, o tradicional América do México mostrou desejo de contar com o veterano técnico na próxima temporada. Muricy, entretanto, não abriu negociações e viu o clube anunciar na última semana o ex-jogador Ignacio Ambriz, de 49 anos. A chegada de Ambríz não agradou parte da torcida, o que pode reabrir as portas em pouco tempo.

Muricy deixou seu último trabalho em razão de problemas de saúde, está em tratamento e decidiu seguir no país. Ele passou pelo México como atleta e também como treinador, no Puebla, em 1983.

MAIS DE PRIMA:

Que ascensão!
O Jacuipense (BA) desistiu de jogar a Série D do Brasileirão de 2015 por razões financeiras e quem herdou a vaga foi o Serrano, rebaixado no Campeonato Baiano deste ano. Apesar de ter falhado nesta temporada, o clube fica com a vaga na Série D por conta da Copa Governador do Estado de 2014, que deu vaga ao Jacuipense. Agora, o Serrano está remontando seu elenco. Enquanto isso, o vice-campeão baiano de 2015, Vitória da Conquista, só volta à ativa em 2016.

Economia
A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo estuda sete projetos de gestão do estádio do Pacaembu e espera divulgar a empresa escolhida para a concessão até o fim de julho. O estádio custa R$ 9 milhões aos cofres públicos e não tem recebido jogos com frequência em 2015. Com a concessão autorizada por 25 anos, a ideia é economizar R$ 6 milhões. O Santos tem acordo com uma das empresas do pleito.

Placar na Caras
A tradicional revista esportiva Placar foi vendida pelo Grupo Abril à Editora Caras. O negócio foi fechado ontem, mas a princípio nada mudará na distribuição, assinaturas ou mesmo na equipe de redação. A Abril editava a revista Placar havia 45 anos.

Inovação
A Federação Catarinense pretende estabelecer no prazo de 30 dias a criação de setores de torcida mista nos jogos de seus quatro representantes na Série A do Brasileirão. A atitude faz parte de um pacote de medidas pela paz nos estádios.

por: Gabriel Carneiro



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo