Muricy Ramalho recebe sondagem do América do México, mas prefere não abrir negociação



2

Sem clube desde o dia 6 de abril, quando deixou o São Paulo, o técnico Muricy Ramalho recebeu três sondagens durante o período parado. Além de dois clubes brasileiros, um grande do México iniciou conversas.

Após o fim do campeonato nacional vencido pelo Santos Laguna, o tradicional América do México mostrou desejo de contar com o veterano técnico na próxima temporada. Muricy, entretanto, não abriu negociações e viu o clube anunciar na última semana o ex-jogador Ignacio Ambriz, de 49 anos. A chegada de Ambríz não agradou parte da torcida, o que pode reabrir as portas em pouco tempo.

Muricy deixou seu último trabalho em razão de problemas de saúde, está em tratamento e decidiu seguir no país. Ele passou pelo México como atleta e também como treinador, no Puebla, em 1983.

MAIS DE PRIMA:

Que ascensão!
O Jacuipense (BA) desistiu de jogar a Série D do Brasileirão de 2015 por razões financeiras e quem herdou a vaga foi o Serrano, rebaixado no Campeonato Baiano deste ano. Apesar de ter falhado nesta temporada, o clube fica com a vaga na Série D por conta da Copa Governador do Estado de 2014, que deu vaga ao Jacuipense. Agora, o Serrano está remontando seu elenco. Enquanto isso, o vice-campeão baiano de 2015, Vitória da Conquista, só volta à ativa em 2016.

Economia
A Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo estuda sete projetos de gestão do estádio do Pacaembu e espera divulgar a empresa escolhida para a concessão até o fim de julho. O estádio custa R$ 9 milhões aos cofres públicos e não tem recebido jogos com frequência em 2015. Com a concessão autorizada por 25 anos, a ideia é economizar R$ 6 milhões. O Santos tem acordo com uma das empresas do pleito.

Placar na Caras
A tradicional revista esportiva Placar foi vendida pelo Grupo Abril à Editora Caras. O negócio foi fechado ontem, mas a princípio nada mudará na distribuição, assinaturas ou mesmo na equipe de redação. A Abril editava a revista Placar havia 45 anos.

Inovação
A Federação Catarinense pretende estabelecer no prazo de 30 dias a criação de setores de torcida mista nos jogos de seus quatro representantes na Série A do Brasileirão. A atitude faz parte de um pacote de medidas pela paz nos estádios.

por: Gabriel Carneiro



MaisRecentes

Valorizado após a Copa do Mundo, Fágner tem proposta do Napoli-ITA



Continue Lendo

Fora de painel com ídolos em São Januário, Pedrinho deve entrar na próxima expansão



Continue Lendo

Neymar é o alvo do Real Madrid para o lugar de Cristiano Ronaldo, revela jornalista espanhol



Continue Lendo