Fluminense pode afastar o ex-presidente Roberto Horcades do quadro de sócios



Roberto Horcades presidiu o Fluminense por duas gestões entre os anos de 2005 e 2010

O presidente do Conselho Deliberativo do Fluminense, Marcus Vinicius Bittencourt, colocará na pauta da próxima reunião do órgão o afastamento do quadro de sócios de Roberto Horcades, que presidiu o clube entre 2005 e 2010. De autoria do conselheiro Paulo César Soares, o requerimento estava engavetado desde a última gestão do Conselho. Segundo Soares, a motivação para a iniciativa é a “apropriação indébita de verba” pelo ex-presidente do clube. Horcades é sócio do Fluminense há 60 anos.

Sem respaldo
Contatado pela coluna, o ex-presidente do Fluminense Roberto Horcades afirmou desconhecer a iniciativa e afirmou que “não há respaldo” para que ele seja afastado do clube. O requerimento que será debatido pelo Conselho inclui também os afastamentos do ex-vice-presidente financeiro Carlos Henrique Ferreira e do ex-tesoureiro Tito Cavalcanti.

Foco na base
O Fluminense aponta o trabalho realizado na base como principal trunfo para lidar com a crise financeira do clube, que foi acentuada com o fim da parceria com a Unimed. Atualmente, dos 33 atletas do elenco do Tricolor carioca, 11 têm até 22 anos. “O Fluminense tem tradição na formação de jogadores e uma saída para lidar com o fim da parceria está na base”, diz Marcelo Gonçalves, VP de marketing  do clube.

Sem privilégio
Parlamentares da Comissão da MP do Profut se reuniram na última quinta, 21, com representantes da Receita Federal. No encontro foi discutida a nova equação financeira (prazos, juros e descontos) destinada aos clubes que aderirem ao refinanciamento das dívidas fiscais junto ao governo. A avaliação é que o texto original abrange apenas os grandes clubes e as tratativas visam beneficiar também os times pequenos.

Aprovado
Em assembleia geral ocorrida no último sábado, 23, os sócios do Corinthians aprovaram as mudanças no Estatuto que visam ajustar as normas do clube para captar verba por meio da Lei de Incentivo ao Esporte da Lei Pelé através do repasse à Confederação Brasileira de Clubes (CBC). Dos 657 associados que foram ao Parque São Jorge, apenas 27 votaram contra a proposta.

De perto
O presidente do Atlético Mineiro, Daniel Nepomuceno, viajou para a Alemanha onde permanecerá até o final desta semana. Segundo a assessoria do clube, a ida do dirigente atleticano à Europa não está relacionada a reforços para o time mineiro para a disputa do Brasileirão mas apenas para acompanhar de perto o time júnior do Galo em um torneio no país europeu.

Loja online
E-commerce especializada em materiais esportivos, a Netshoes fechou acordo para gerir a loja online de mais um clube do México, o Santos Laguna. No país, a empresa já gerencia as vendas da seleção mexicana e de outros cinco times: Monterrey, América, Pumas, Chivas Guadalajara e Cruz Azul. Fora do Brasil, a Netshoes também administra lojas de dois times argentinos: River Plate e San Lorenzo.

Segurança
O secretário nacional de futebol e de defesa dos direitos do torcedor do Ministério do Esporte, Rogério Hamam, esteve no Maracanã, no domingo, quando jogaram Fluminense e Corinthians.

A visita não foi para torcer para nenhum dos times, mas para avaliar práticas de segurança adotadas em jogos de futebol.

Esta é a 2 partida no ano que Hamam acompanha com tal finalidade. A 1 delas foi entre Flamengo e Vasco, no mesmo estádio, válida pelo Carioca.

Amanhã, o material coletado será apresentado na reunião da Comissão Nacional de Prevenção da Violência e Segurança nos Espetáculos Esportivos (Consegue) com a presença de representantes das três esferas de governo, Poder Judiciário e órgãos de segurança.

A abertura do evento será feita pelo ministro do Esporte, George Hilton.

De Letra

“Falaram tanto de mim e outros jogadores é que podem parar no Flamengo…”

Petros, do Corinthians, dá cutucada em entrevista a rádio sobre sua situação e possível transferência de Guerrero para o time carioca, além do interesse do Fla em Elias.



  • Ricardo Santos

    Vazaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa horroroso!!! ST

  • marcio-rubro-negro

    Infelizmente isso não dá cadeia no Brasil, embora seja previsto em lei.

MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo