Campeões nacionais, Cruzeiro e Atlético-MG somam déficit de R$ 87,1 milhões em 2014



Títulos nacionais não foram suficientes para salvar Cruzeiro e Atlético-MG do rombo financeiro em 2014

Campeões dos torneios nacionais de 2014, Cruzeiro e Atlético-MG fecharam o ano passado com perdas somadas de R$ 87,1 milhões. O déficit do Galo, que conquistou a Copa do Brasil sobre o rival, foi de R$ 48,4 milhões. Só o custo com futebol do clube ultrapassou a receita total obtida em 2014, representando 106% (em 2013, esse índice foi de 64%). Já o Cruzeiro, que foi bicampeão brasileiro, fechou o ano passado com déficit de R$ 38,7 milhões e o custo com futebol representando 87% de seu faturamento total.

Torcida valorizada
Os dados foram levantados pelo consultor de marketing e gestão esportiva Amir Somoggi. Apesar do ano negativo, ele destaca a arrecadação de R$ 85,8 milhões do Cruzeiro com bilheteria e sócio-torcedor, a maior entre os clubes do país. O valor foi influenciado pelas campanhas do time no Brasileiro (campeão) e Copa do Brasil (vice), e por jogar no Mineirão, um dos maiores estádios do país.

Mágica financeira
Após ter um superávit de apenas R$ 1 milhão em 2013, o Corinthians, em meio a grande crise financeira, fechou o ano passado com um saldo positivo de R$ 230,6 milhões. A mágica financeira no balanço publicado na última quinta-feira (30) foi inserir nos resultados os R$ 327,6 milhões referentes ao Fundo Imobiliário da Arena Corinthians, valor que ainda não pertence ao clube.  Sem o valor do fundo, o saldo real do clube em 2014 foi de déficit de R$ 97 milhões.

Casa sem receita
A intenção do Grêmio de adquirir a parte de sua Arena que pertence à OAS é explicada pelo balanço de 2014 do clube. Segundo análise de Amir Somoggi, o tricolor gaúcho faturou R$ 900 mil com bilheteria no período, contra uma receita de R$ 12,2 milhões do rival Inter no Beira-Rio. Em conversa recente com a coluna, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzam Júnior, apontou perda anual de R$ 22 milhões com a Arena.

Com moral
Com contrato com o Internacional até julho deste ano, o meia Alex já foi procurado por cinco clubes brasileiros: Cruzeiro, Atlético-MG, Flamengo, Corinthians e São Paulo. Como a renovação segue emperrada com o Colorado, o jogador quer esperar a decisão do Gauchão, neste domingo, para abrir conversas com os times interessados.

Estão de olho
A Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) pretende triplicar o número de exames antidoping no Brasil este ano chegando a 2,5 mil análises. Um dos alvos será o EPO (hormônio eritropoetina), que está entre as substâncias mais usadas pelos atletas e que necessita de testes específicos para ser detectada. Em 2013, apenas 22 exames para EPO foram realizados e o órgão estima que o ideal é realizar pelo menos 300 análises.

Nova estratégia
Após ter estampado sua marca na camisa dos quatro grandes clubes de São Paulo, a rede de idiomas Fisk mudou de estratégia de marketing neste ano e preferiu apostar nas placas ao redor dos campos. Presente em cinco Estaduais, a empresa fechou acordo para o Brasileiro para ter sua marca nos 380 jogos do torneio em espaços frontais de publicidade nos gramados.

Lá vem o trem
Adversário do Coritiba na final do Paranaense, amanhã, o Operário Ferroviário Esporte Clube, de Ponta Grossa (PR), conta atualmente com o apoio de uma única torcida organizada, a Torcida Trem Fantasma.

O nome, que também se refere ao clube, surgiu na década de 70 com um grupo de torcedores uniformizados que acompanhava o time a bordo de um carro estilizado de trem.

A tradicional torcida ficou extinta por anos até 2009, quando houve a fusão das uniformizadas Revolução Operariana, Garra Operariana, Jovem Independente e Cornetas da Vila, originando a nova Torcida Trem Fantasma.

Com o Operário jogando com uma vantagem de dois gols obtida no primeiro jogo, os torcedores pretendem assombrar o Couto Pereira na decisão.

De Letra

“Isso representa uma revolução”

Luis Horta, português especialista em antidopagem e consultor da Associação Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), sobre os 2,5 mil testes previstos para este ano, no Brasil.



MaisRecentes

Conmebol anunciará veredito do Flamengo na segunda semana de janeiro



Continue Lendo

Presidência da Primeira Liga fica com o América-MG; vice é do Paraná



Continue Lendo

Botafogo recupera certificado de clube formador da CBF



Continue Lendo