Ferj irá retirar ‘lei da mordaça” do regulamento do Carioca



Luxemburgo protesta após ser suspenso por dois jogos por críticas à Ferj

O artigo 133 do Regulamento Geral das Competições da Ferj, mais conhecido como “Lei da Mordaça” será excluído do texto na reunião arbitral que a entidade realizará nesta quinta-feira com representantes dos clubes cariocas. O polêmico artigo determina punições àqueles que se manifestarem contrários ou de maneira depreciativa aos torneios da Ferj. Nos bastidores, a retirada é vista apenas como uma iniciativa forma da entidade pois as punições continuará sendo praticadas através do TJD-RJ.

Em evidência
Logo no início do Carioca deste ano, a “Lei da Mordaça” foi derrubada pela Justiça do Rio de Janeiro, que considerou a cláusula sem fundamento legal. Apesar dessa decisão, entretanto, a Ferj puniu o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, e o atacante do Fluminense, Fred, por criticarem a gestão do estadual do RJ. Coincidentemente, os dois clubes estão em conflito com a Ferj.

Mãos lavadas
O Palmeiras deixou a cargo do Santos a escolha do local de venda de ingressos para os torcedores alviverdes que irão à Vila Belmiro, no domingo. O motivo para o clube ter “lavado as mãos” é a depredação da sede do Avanti por torcedores organizados, há um ano, justamente durante a venda de ingressos para um jogo contra o Santos, na Vila. Na ocasião, Nobre deu prioridade aos sócios-torcedores e revoltou organizados.

Metade do preço
Novo diretor de marketing do São Paulo, Vinícius Pinotti foi um dos dirigentes que mais brigou para que o clube reduzisse o preço dos ingressos para as partidas na Copa Libertadores. Um dos motivos é sua estreita relação com a torcida do time. A partir do jogo contra o Cruzeiro, as entradas para arquibancada, que custaram R$ 120 na primeira fase, por exemplo, vão custar apenas R$ 60.

Foco no time
O técnico Tite, do Corinthians, explicou ontem o motivo de não ter comparecido ao encontro dos treinadores dos clubes da Série A realizado na última segunda, na sede da CBF. Segundo o técnico corintiano, ele não queria somar três dias sem atividades junto à equipe já que havia dado folga aos jogadores nos dois dias anteriores. Nos bastidores, o comentário é que Tite não foi por represália por não ter sido cogitado para assumir a Seleção.

Bancada presente
O encontro de ontem, em Brasília, entre Marco Polo Del Nero, da CBF, e o ministro do Esporte, George Hilton, para falar sobre a MP do Profut também foi acompanhado por ao menos três deputados da “bancada da bola”: Vicente Cândido (PT-SP), Jovair Arantes (PTB-GO) e Orlando Silva (PCdoB-SP). Relator da MP, o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) ficou fora do encontro.

Água suja
A Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados aprovou requerimento que convoca audiência pública para debater a despoluição da Baía de Guanabara e da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. A Baía de Guanabara é um dos locais mais polêmicos dos Jogos Rio-2016 por não ter condições de receber competições de vela.

Em Pé de Guerra
A próxima temporada da NBA promete ser acirrada dentro de quadra, não só no lado esportivo quanto no de marketing também.

É que a fabricante de meias Stance fechou acordo para fornecer o produto para todas as equipes da liga americana de basquete.

Serão dois modelos entregues a cada equipe para combinar com os uniformes titular e reserva, de acordo com o modelo utilizado em cada partida.

E todos os atletas serão obrigados a utilizar as meias, que levarão a logomarca da empresa. Nem mesmo os uniformes têm a marca da Adidas, parceira no fornecimento de uniformes.

Dessa forma, atletas patrocinados por outras empresas, como LeBron James e Kobe Bryant, ambos da Nike, terão que usar meias da Stance. Vem guerra por aí.

De Letra

“Eles vieram se apresentar ao mundo político”

Jovair Arantes, deputado federal do PTB-GO, sobre a visita de Marco Polo Del Nero e outros dirigentes da CBF a Brasília, realizada ontem.



MaisRecentes

Gestão de associação coloca clubes de Santa Catarina na vanguarda do futebol



Continue Lendo

Internet e canais de filmes podem transmitir jogos do Brasileirão a partir de 2019



Continue Lendo

Zagueiro Igor Rabello pode deixar o Botafogo e se transferir para a Itália



Continue Lendo