Para Flamengo, novela Luxemburgo ‘está longa demais’



Luxemburgo é uma das opções do São Paulo para assumir o comando da equipe após a saída de Muricy Ramalho

Nos planos do São Paulo, Vanderlei Luxemburgo admitiu ouvir propostas de outros clubes e já foi contatado por dirigentes são-paulinos desde que Muricy Ramalho deixou o Morumbi. A diretoria do Flamengo, entretanto, diz que o treinador irá cumprir seu contrato, que vai até dezembro deste ano. “Essa novela está sendo muito alimentada e está longa demais”, afirmou Alexandre Wrobel, VP de futebol rubro-negro, que também negou a realização de uma reunião com Luxemburgo nesta quinta-feita.

Dando mole
A forma aberta como as negociações entre Vanderlei Luxemburgo e São Paulo tem sido comentada por ambas as partes tem incomodado conselheiros do Flamengo. Eles avaliam que a atual diretoria rubro-negra tem tratado o assunto com indiferença e que deveria ser mais ativa em relação ao interesse do clube paulista no treinador. Segundo um ex-presidente do Flamengo, “isso não ocorria” em sua época.

Parceria
O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, visitou ontem a sede da TIM onde se encontrou com o diretor de marketing da operadora, Roger Solé. O encontro fez parte de uma ação com o time de basquete rubro-negro, que há dois anos é patrocinado pela companhia. Mello foi acompanhado do diretor-geral, Fred Luz, e do diretor de esportes olímpicos do clube, Marcelo Vido.

Custos em alta
O custo com do Palmeiras com futebol profissional subiu R$ 1,5 milhão em relação ao final do ano passado e hoje está em R$ 4,8 milhões. O valor não abrange as despesas com direito de imagem pago aos atletas. Em relação a setembro de 2014, o departamento aumentou de 63 para 80 funcionários, sendo que só neste início de ano mais de 20 jogadores foram contratados pelo clube.

Ministro na ONU
O ministro do Esporte, George Hilton, está em Nova York onde se encontrará hoje com a Jessica Faieta, diretora na América Latina e Caribe do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), que é parceiro na realização dos Jogos Mundiais Indígenas que ocorrerá em setembro, em Palmas (TO). Amanhã, Hilton falará sobre o evento no Fórum Permanente sobre Assuntos Indígenas da ONU.

Comodidade
Especializada em realizar ações com clubes, a Futebol Tour oferecerá opções mais cômodas para torcedores irem às finais dos campeonatos Paulista e Carioca que incluirão, além do ingresso, o transporte para as partidas. A empresa é parceira dos quatro times finalistas nos dois estaduais: Palmeiras e Santos, em São Paulo, e Vasco e Botafogo, no Rio de Janeiro.

Ajustes no acordo
Agora campeão mundial, o surfista Gabriel Medina terá ajustes no contrato de patrocínio que tem com a Coppertone, de proteção solar. Segundo a assessoria da marca, “mudaram algumas questões” pois a Coppertone foi adquirida pela Bayer, no ano passado. Os detalhes serão revelados na próxima semana em evento que a marca realizará com o surfista, em Sâo Paulo.
Articulação Política
Prevista para ocorrer ontem, a instalação da Comissão que ficará responsável pela análise da Medida Provisória (MP) do Profut foi adiada mais uma vez pelo Congresso.

Essa é a terceira vez que a formação do grupo, assim como a nomeação do deputado que será o relator da proposta, não ocorre após ser agendada pelos parlamentares.

Segundo deputados ouvidos pela coluna, foram dois os motivos para novo adiamento, um deles o pedido do governo para dar preferência à instalação de outras três Comissões. O outro foi para ter mais tempo para as articulações políticas em relação à MP do Profut.

O documento foi assinado pela presidente Dilma Rousseff há 35 dias, mais da metade do prazo oficial de 60 dias para a proposta ser debatida pelo Congresso.
De Letra

“Tem que tratar esse assunto com cuidado para diminuir os atritos lá na frente”

Jovair Arantes, deputado pelo PTB-GO e conselheiro do Atlético-GO, sobre a demora em instalar a Comissão de análise da MP do Profut.



MaisRecentes

Oposição se enfurece com Bandeira de Mello e pode pedir a sua exclusão do Flamengo



Continue Lendo

Luiz Felipe Scolari pode ter contrato estendido até 2022 e depois virar manager



Continue Lendo

CBF deve se reunir com clubes para falar de manifestações políticas



Continue Lendo