FPF vai à CBF por mais vagas na Série D do Campeonato Brasileiro



FPF quer que CBF aumente o número de participantes na Série D, que hoje é de 40 times

FPF quer que CBF aumente o número de participantes na Série D, que hoje é de 40 times

A Federação Paulista de Futebol (FPF) pleiteia junto à CBF o aumento no número de clubes na Série D do Brasileiro, que é disputada hoje por 40 times. A iniciativa da entidade visa ter mais clubes do Estado no cenário brasileiro de futebol além das vagas obtidas dentro de campo. Este ano, serão 14 times de São Paulo disputando as quatro divisões do torneio e a meta da FPF é ter 20 participantes no médio prazo. O pedido da entidade ganha força com o ex-presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, à frente da CBF.

Força paulista
Segundo Fernando Enes Solleiro, VP executivo da FPF, a iniciativa de solicitar o aumento dos times participantes da Série D do Brasileiro tem como finalidade reforçar o futebol paulista. Caso a sugestão seja aceita pela CBF, a entidade dará uma das vagas ao campeão da Copa Paulista, torneio disputado pelos times do interiorde São Paulo. Hoje, a competição dá ao vencedor apenas o direito de disputar a Copa do Brasil.

Aqui não
Questionado sobre a intenção de clubes de formar ligas no futebol brasileiro, como no Rio de Janeiro, Solleiro avalia que isso dificilmente ocorreria em São Paulo pelo trabalho “muito próximo” da FPF junto ao clubes. “O Campeonato Paulista é muito valorizado pelos times e interessante financeiramente para eles. Não acredito que isso vá mudar”, comentou o VP executivo da entidade.

Bom negócio
Semifinalistas do estadual em SP, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo acumulam um crescimento de mais de 92 mil novos associados em seus programas de sócios apenas no início deste ano. Segundo estimativa do Movimento por um Futebol Melhor, só com a adesão de novos torcedores aos planos os quatro grandes faturaram cerca de R$ 33 milhões nos últimos 12 meses.

Quase pronto
No próximo dia 28, ocorrerá a 4 reunião do Pacto Setorial, iniciativa que visa reforçar a transparência em investimentos de empresas no esporte e que conta já conta com  17 companhias. O encontro pretende aprovar as cláusulas do projeto, definir a governança adotada e a data de lançamento do Pacto. O mais provável é que a iniciativa seja lançada dia 5 de agosto, quando faltará exatamente um ano para o início dos Jogos Rio-2016.

Ganhando força
Iniciativa da Atletas pelo Brasil, Instituto Ethos e Lide Esporte, e apoio do escritório Mattos Filho Advogados, o Pacto Setorial reuniu na última quarta, 15, cerca de 50 empresários para mostrar as ações do projeto. Ao final do evento, três novas empresas passaram a integrar a iniciativa: Aché, Centauro e Decathlon. Agora, já são 20 companhias participantes do Pacto.

Nova parceria
Fabricante italiana de equipamentos fitness, a Technogym fechou parceria com o Chelsea, da Inglaterra, para fornecer todos os equipamentos de preparação física para o time inglês. No Brasil, a Technogym é parceira da CBF e também fornece seus produtos para quatro clubes: Flamengo, Vasco, Botafogo e Atlético-MG.

Dica de campeão
As patrocinadoras do “Desafio Mano a Mano” têm aproveitado a presença de Usain Bolt no país para realizar ações junto com o homem mais rápido do planeta.

Entre elas está a Gatorade, também parceira do atleta, que foi atrás das pessoas mais influentes na internet quando o assunto é correr.

A fabricante de isotônicos mapeou as quatro mulheres e os quatro homens apaixonados por corrida e os convidou para um desafio, que será realizado hoje no Jockey Club, no Rio de Janeiro, onde o evento com Bolt será realizado.

O vencedor da categoria feminina e masculina ganhará como prêmio a oportunidade de conversar e pegar dicas de treinamento e melhora de desempenho com com o atleta jamaicano para passar para seus leitores e seguidores na internet.

De Letra

“O objetivo não é punir mas incentivar as federações a ter mais transparência”

Hortência, ex-jogadora e uma das líderes do Atletas pelo Brasil, sobre o Pacto Setorial, que pretende identificar com um selo as entidades que adotarem boas práticas de gestão.



  • Para o blogueiro só existe futebol às margens do Tietê . Alguém tem q falar com ele que nåo estâ no uol , estadào , folha de sp ou bandeirantes .

    • Franco

      Tosco!

MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo