Suplementos alimentares entram na mira da ABCD contra o doping



Doping por suplementos alimentares contaminados cresceu nos últimos anos (Crédito: Reprodução)

As ações da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) vão incluir o mais novo vilão para os atletas pegos em exames antidoping, os suplementos alimentares. A entidade pretende lançar este ano uma campanha para alertar os esportistas do país sobre os riscos de ingerir esse tipo de produto. Nos últimos anos, diversos atletas brasileiros, entre eles César Cielo, foram pegos no doping por ingerir suplementos contaminados com substâncias proibidas junto à Agência Mundial Antidoping (Wada).

Pensando em 2016
A campanha em relação aos suplementos alimentares será mais uma iniciativa da ABCD dentro do processo de educação e prevenção em relação ao doping, cujo objetivo é não ter atleta brasileiro algum pego nos Jogos Rio-2016. Nessa linha, a entidade fechou há dois meses parceria com a Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag) para aumentar a fiscalização junto às farmácias de manipulação.

Exemplo britânico
As ações da ABCD se espelham na campanha realizada pela Agência Antidoping do Reino Unido, a UKAD. Em seu site, a entidade britânica cita diversos riscos para os atletas que tomam suplementos como conter substâncias proibidas, listar ingredientes no rótulo de maneira equivocada e obter produtos falsos, principalmente pela internet. “Esse mercado virou um grande negócio e cresceu muito”, diz Marco Aurelio Klein, secretário nacional da ABCD.

Mais uma semana
O Congresso atendeu pedido do governo e adiou de novo a instalação da Comissão de análise da MP do Profut. A definição dos membros está marcada para o dia 22, quando terá passado um mês da assinatura do texto pela presidente Dilma Rousseff e metade do prazo oficial para a pauta ser debatida no Congresso.

Busca por incentivo
O Conselho do Corinthians aprovou, na última segunda, mudanças no Estatuto para que o clube possa captar verba através da Lei de Incentivo ao Esporte. O documento precisa ser atualizado para se enquadrar em termos da Lei Pelé e as alterações devem ser aprovadas em Assembleia Geral, o que deve ocorrer até maio. “Foram mudanças pontuais”, resume Rogério Molica, diretor jurídico do clube.

Fora da neve
Dentro do plano de ações até 2026, a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) pretende aproveitar ginastas para acelerar o processo de aprendizado para as disputas de Ski Aerials como ocorreu com Laís Souza e Josi Santos para os Jogos de Sochi 2014. A entidade se espelha em experiências bem sucedidas realizadas por Austrália, Bielorrússia e China.

Sem conflitos
Ao identificar potencial em uma ginasta, a CBDN passará o nome da atleta para a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) para não ter conflitos. As escolhas, entretanto, serão de ginastas que já estarão se aposentando ou com poucas chances de sucesso em Olimpíadas. “Nossa ideia é dar uma segunda chance olímpica a esse atleta”, diz Pedro Cavazzoni, da CBDN.

Antecipada
Ainda faltam mais de um mês para o final da temporada europeia e quatro meses para o início da temporada 2015/2016 no Velho Continente.

Entretanto, o Liverpool já está vendendo em seu site o novo uniforme do clube, cujo material esportivo passará a ser fornecido pela New Balance.

O preço da nova camisa é de 71 libras, o equivalente a R$ 322. Na compra, o torcedor ganha de brinde uma camisa casual do time que vale 20 libras (cerca de R$ 90).

Um dos motivos da venda antecipada é que a nova parceira do time inglês é a detentora da marca Warrior, atual fornecedora do Liverpool.

Entretanto, estipulam que o clube inglês terá o segundo maior contrato em fornecimento de materiais, no qual receberá 300 milhões de libras em seis anos (R$ 1,3 bilhão), ou R$ 215 milhões por temporada.



MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo