Chapa de oposição tentará anular eleição da Federação Paranaense de Futebol



Na presidência da FPF desde 2008, Hélio Cury foi reeleito para comandar a entidade por mais quatro anos

Derrotada na eleição para presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), a chapa do candidato Ricardo Gomyde trabalha nos bastidores para tentar reverter o resultado, que reelegeu Hélio Cury para mais quatro anos de mandato. O atual presidente está à frente da entidade desde 2008. Segundo o advogado Juliano Tetto, que foi vice-presidente na chapa de Gomyde, “documentos estão sendo reunidos” para entrar com uma ação na tentativa de anular o pleito ocorrido no último sábado, dia 21.

Argumentos
Há pelo menos três pontos que poderão ser abordados na ação da chapa de Ricardo Gomyde. Um deles é que o presidente Hélio Cury está suspenso por 120 dias pelo STJD, o que o impediria de participar da eleição. Outro é que o editar da eleição foi divulgado em apenas um jornal, sendo que o Estatuto da FPF cita três veículos. Outro ponto é que Cury reduziu o número de filiados às vésperas da eleição de 150 inscritos para apenas 59, o que impediria de ter duas chapas com um mínimo de 30 assinaturas, como prevê o Estatuto.

Dissidentes
Caso se mantenha o resultado, dirigentes dos três grandes clubes da capital paranaense – Atlético-PR, Coritiba e Paraná Clube – cogitam montar uma liga independente no futebol local. Nas eleições da FPF, os três clubes apoiaram Ricardo Gomyde, enquanto que Hélio Cury teve o apoio dos times do interior.

De cara nova
A fabricante de material esportivo Topper adotará um novo posicionamento a partir deste ano onde reforçará o conceito de ser uma marca democrática. A iniciativa abrangerá mudanças em sua logomarca e integra as iniciativas pelos 40 anos da companhia. As ações publicitárias com o novo posicionamento serão lançadas no 2 semestre deste ano.

Uma ou outra
Agora atuando como deputado federal, o ex-goleiro do Grêmio Danrlei apresentou duas emendas para o texto original da MP do governo para modernizar o futebol. Em uma delas, ele sugere que nas contrapartidas para os clubes aderirem ao refinanciamento de suas dívidas esteja a “manutenção do investimento mínimo em formação de atletas e/ou no futebol feminino”, e não a obrigação de se investir em ambas simultaneamente.

Gestão eficiente
Segundo Darnlei, ambos os investimentos são relevantes mas “o objetivo central da MP em questão é estabelecer uma gestão eficiente aos clubes, o que dificultaria tendo essas duas obrigações”. O ex-goleiro esteve presente no evento de assinatura da MP pela presidente Dilma Rousseff ocorrido no Palácio do Planalto, há dez dias.

Sócios em alta
O Palmeiras atingiu a marca de 40 mil novos sócios no programa Avanti apenas este ano e chegou a 104,7 mil inscritos, segundo dados do Movimento por um Futebol Melhor. O aumento alcançado pelo clube é mais que o dobro do alcançado pelo arquirrival Corinthians, que atraiu “apenas” 19 mil novos associados. O São Paulo vem em seguida, com 17 mil inscritos no ano.

Futebol e Moda
O lateral Daniel Alves não se destaca apenas pelo futebol apresentado dentro de campo em jogos do Barcelona e da Seleção Brasileira.

O brasileiro chama (e muita) atenção também pelas roupas extravagantes que gosta de vestir.

A proximidade do jogador do Barcelona com o mundo fashion é tamanha que ele irá lançar em breve uma marca própria de óculos, cujo nome ainda não foi definido.

E essa seria apenas a primeira investida do lateral na indústria da moda. Quando se aposentar, o jogador de 31 anos pretende fazer outros investimentos no ramo.

– Graças ao meu trabalho, hoje eu tenho condições de me aprofundar mais nesse mundo da moda, que na verdade é uma viagem bem divertida – comentou o jogador.

De Letra

“Seria um desrespeito jogar fora mais de dois anos de trabalho”

Jovair Arantes, deputado e presidente do Conselho do Atlético-GO, sobre a intenção de deputados de retomar a LRFE para substituir a MP do governo.



  • Célio Arantes HEIM

    A federação paranaense passa à muitas gestões por más administrações , com um estádio nunca concluído e abandonado,penhores na justiça ,ex presidente preso e presidente atual com processos na justiça . Descredenciamento para votação de ligas e clubes sérios e tradicionais mas independentes no posicionamento político administrativo. Jà passa da hora dos grandes do estado se afastarem deste antro de corrupção , desvios e desmandos que é a FPF. Não existe federação sem Torcida, sem grandes clubes . Ninguém paga para ver a federação jogar nem tem sócios . Coxa Ignore e abandona esse Lixo que é a FPF JÁ!!!!!!

MaisRecentes

Vice geral do Flamengo minimiza discussão com colega de diretoria



Continue Lendo

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo