Congresso apresenta 181 emendas à MP do futebol



 

Parlamentares apresentaram 181 emendas durante as sessões desta semana

Após a assinatura da Medida Provisória (MP) do governo que visa modernizar o futebol brasileiro, o Congresso apresentou um total de 181 emendas para modificar o texto original elaborado pelo Poder Executivo. As sugestões foram apresentadas durante as sessões desta semana e serão debatidas pelos parlamentares quando o documento entrar na pauta do Congresso.

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) foi o que apresentou o maior número de emendas, 18 no total. Na sequência aparecem os deputados federais Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR), com 13 emendas, William Woo (PV-SP), com 8 sugestões de mudanças ao texto da MP.

Segundo o deputado e ex-ministro do Esporte Orlando Silva (PCdB-SP), que apresentou seis emendas, três pontos devem concentrar os debates no Congresso em relação ao conteúdo original da MP: os investimentos no futebol feminino como contrapartida para os clubes aderirem ao refinanciamento de suas dívidas, a aplicação de medidas que regulamentam a CBF, e o percentual de 6% sobre a receita total dos clubes a serem pagas no início do parcelamento, índice considerado alto por muitos parlamentares.

– Apesar da grande quantidade de emendas, esse é um número padrão para questões importantes como é essa para o futebol brasileiro – afirmou Silva, sobre as 181 emendas apresentadas.



MaisRecentes

Clube da China deve fazer proposta ao Palmeiras para contratar Deyverson



Continue Lendo

Bittencourt é o primeiro presidente do Fluminense a apresentar dirigentes da base em Xerém



Continue Lendo

Pela primeira vez, desde que assumiu a CBF, Rogério Caboclo participará de um programa ao vivo



Continue Lendo