Times do RJ têm déficit de sócios-torcedores no último ano



Programa de sócios do Flamengo foi o que teve a maior queda entre os times do Rio na comparação entre janeiro deste ano e de 2014

Em um momento em que os programas de sócio-torcedor têm se tornado uma importante fonte de receita no futebol brasileiro, os clubes do Rio de Janeiro tiveram queda no número de associados no último ano. Comparando a soma do número atual de sócios com janeiro de 2014, o saldo negativo é de quase 3 mil sócios (104,6 mil contra 101,7 mil). Apesar da alta recente de dois mil associados, o Flamengo é o que teve a maior baixa, 4,8 mil. Fluminense e Vasco foram os únicos que tiveram alta entre os períodos. Os dados são do Movimento por um Futebol Melhor.

Só boato
Perto de rescindir seu contrato com o Shandong Luneng, o atacante Vágner Love já teve seu nome ligado a vários clubes do país enquanto participa de amistosos com o clube chinês no Brasil. Ontem, durante a ponte aérea SP-RJ feita com seu empresário, foi questionado por um passageiro se estava voltando para jogar no país. O jogador desconversou afirmando que “eram só boatos”.

Em Brasília
O ministro do Esporte, George Hilton, recebe hoje, em Brasília, os representantes do Bom Senso FC. Entre eles estarão Alex e Paulo André, dois dos líderes do movimento. Na pauta está a elaboração da MP que será elaborada por governo, clubes e entidades e que substituirá o texto original da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE). A previsão é que o novo documento fique pronto em fevereiro.

Logo nos números
A Tim terá a sua marca estampada nos números do uniforme de mais dois times do futebol brasileiro: Atlético-PR e Coritiba. O anúncio dos patrocínios será feito nesta quinta-feira, 29, em Curitiba, em evento que contará com a presença dos presidentes dos dois clubes paranaenses. Com os acordos, a operadora atinge 12 clubes em sua plataforma voltada ao futebol.

Vale vaga
No próximo sábado, 31, véspera do Super Bowl, a grande final da NFL, o Brasil poderá conquistar pela primeira vez na história uma vaga para a Copa do Mundo de Futebol Americano, que ocorrerá em julho, nos EUA. A equipe brasileira disputará uma vaga contra o Panamá, na Cidade do Panamá, e o jogo será transmitido com exclusividade no Brasil pela ESPN+, às 22h.

Concorrência
À frente da Fifa desde 1998, Joseph Blatter nunca teve seu cargo tão ameaçado quanto agora.

Nesses quase 17 anos no comando da entidade, se reelegeu com facilidade por quatro vezes, a última delas em 2011 sendo candidato único na eleição.

Mas o fim da “Era Blatter” parece estar próximo e motivos para isso não faltam. Vão desde esquema de venda ilegal de ingressos para a Copa-2014 ao escândalo de corrupção envolvendo as escolhas de Rússia e Qatar para sediarem, respectivamente, os Mundiais de 2018 e 2022.

O jordaniano Ali Bin Al Hussein, o francês Jérôme Champagne, e o holandês Michael van Praag já haviam entrado na disputa. E ontem foi a vez do ex-jogador português Luís Figo, que anunciou candidatura batendo na tecla dos escândalos de corrupção na Fifa.

De Letra

“Sinto-me ofendido e estarrecido com esse tipo de episódio em pleno século 21”

Paulo Skaf, presidente do Sesi-SP, sobre as ofensas racistas à jogadora de vôlei Fabiana, que defende o Sesi e Seleção, durante jogo contra o Minas, na última terça.



  • Charles

    Uma dúvida , o Botafogo não faz mais parte dos clubes do Rio????
    Por pior que seja , tenho certeza que o Botafogo tem um programa de sócio-torcedor.

    • claflu

      falam so de clube grande

  • claflu

    botafogo nada pode ser menor

    • robson botafoguense

      MESMO ASSIM O BOTAFOGO FOI QUEM COLOCOU MAIS TORCEDORES NOS ESTADIOS NÁ LIBERTADORES…

MaisRecentes

Levir Culpi x Fluminense: processo vira segredo de Justiça



Continue Lendo

Copa América-2019: Impasse contratual aumenta atraso na organização



Continue Lendo

‘Momento é delicado e precisamos reorganizar o esporte’, avalia João Derly



Continue Lendo