Chapa de Citadini questiona uso de urnas eletrônicas na eleição corintiana



Antônio Roque Citadini é um dos candidatos a presidente do Corinthians na eleição do próximo dia 7 (crédito: Alan Morici)

Antônio Roque Citadini é um dos candidatos a presidente do Corinthians na eleição do próximo dia 7 (crédito: Alan Morici)

A chapa “Pró-Corinthians”, que tem Antônio Roque Citadini como candidato a presidente do clube, enviou na última sexta-feira, 23, uma carta à Comissão Eleitoral do clube, com onze questões referentes à utilização da urna eletrônica no pleito do próximo dia 7. Entre as dúvidas, está se a empresa que alugará os equipamentos tem “algum vínculo” com o clube e se a chapa poderá indicar peritos para fiscalizar o processo eleitoral corintiano.

Segundo Guilherme Strenger, presidente da Comissão Eleitoral do Corinthians, um documento com as respostas será entregue a Citadini na reunião que será realizada hoje para falar exatamente sobre as urnas eletrônicas. Além das duas chapas que concorrem à presidência do clube, estará presente também um diretor da Microbase, que irá fornecer os equipamentos para a eleição corintiana.



MaisRecentes

Final da Libertadores desperta interesse do espectador brasileiro e audiência explode



Continue Lendo

Pedro Abad pode deixar o comando do Fluminense ainda em 2018



Continue Lendo

Contratação de Felipe Melo pelo Flamengo faz parte de ‘presente de Natal’ pedido por Abel Braga



Continue Lendo