Clubes do RJ e SP pagam R$ 6,5 milhões de taxa às federações no Brasileirão



 

Clubes repassam 5% da arrecadação total dos jogos para as federações estaduais

Os oito maiores clubes dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo pagaram, juntos, um total de R$ 6,5 milhões às federações estaduais em jogos do Campeonato Brasileiro 2014. No torneio, os clubes mandantes destinam 5% da arrecadação com a partida à entidade estadual. Os paulistas destinaram R$ 3,5 milhões, tendo o Corinthians como o maior pagador com R$ 1,7 milhão. Já entre os cariocas, que somaram R$ 3 milhões, Flamengo e Botafogo repassaram R$ 1,1 milhão cada à federação do Rio de Janeiro.

Vai pra onde?
Segundo a Federação Paulista de Futebol (FPF), a taxa sobre a arrecadação dos jogos repassada pelos clubes é uma norma estabelecida pela CBF e é destinada para os diversos trabalhos que a entidade realiza em prol dos times paulistas, entre eles o realizado na Escola de Arbitragem. Já a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) não respondeu a solicitação da coluna sobre o destino da verba obtida dos clubes.

Mais e menos
Curiosamente, o Botafogo é o time que repassou tanto o maior como também o menor valor à Ferj durante o Campeonato Brasileiro do ano passado. Em jogo contra o Flamengo, disputado na Arena Amazônia, o clube carioca pagou R$ 411,8 mil de taxa à entidade. Já em partida contra o Coritiba, disputado em Volta Redonda, o Botafogo repassou menos de R$ 800 à federação.

Torcida de elite
Mesmo jogando a Série B do Campeonato Brasileiro, o Vasco repassou á Ferj um total de R$ 305,7 mil. O clube não teve repasse nas três primeiras partidas do torneio – quando jogou de portões fechados – por conta da punição pela briga na última rodada do Brasileiro de 2013. Mesmo assim, o valor supera o valor pago pelo Santos, que atuando na elite do futebol pagou “apenas” R$ 292,7 mil.

Corpo a corpo
Ciente da força da oposição após os pré-candidatos Antônio Roque Citadini e Paulo Garcia se unirem em uma única chapa na briga pela presidência do Corinthians, Andrés Sanchez passou o fim de semana no Parque São Jorge fazendo campanha para o candidato da situação, Roberto de Andrade. No sábado, 17, Sanchez passou o dia na piscina do clube pedindo votos para o representante de seu grupo político.

Casa de eventos
Aberta durante os jogos da Copa-2014, a Bud Mansion, casa utilizada pela Budweiser para fazer marketing de relacionamento através da transmissão de eventos esportivos, será reaberta no sábado, dia 31 de janeiro, quando ocorre a volta do lutador Anderson Silva ao octógono do UFC. No dia seguinte, 1 de fevereiro, será a vez da transmissão do Super Bowl entre New England Patriots e Seatle Seahawks.

Para poucos
A nova Bud Mansion está situada no bairro do Morumbi, em São Paulo. A casa é o mesmo local utilizado como base para o TUF Brasil, que é patrocinado pela marca de cerveja da Ambev. No próximo evento, a Bud Mansion receberá principalmente convidados. Uma quantidade limitada de ingressos será disponibilizada ao público em geral.

Contrato

O Atlético-PR pode ser o 1 clube a ser beneficiado com o novo regulamento de transferências publicado pela CBF, na semana passada.

O clube paranaense pretende prorrogar por mais dois anos o contrato que têm com o meia-atacante Nathan, que defende atualmente a Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20.

Desde o início do ano passado, o Atlético-PR tem procurado os representantes do atleta para estender o acordo de três para cinco anos. Mas nada foi acertado.

Uma ação corre na Justiça em relação ao caso, na qual o clube diz ter o direito de mais dois anos de contrato com o atleta.

Com a nova medida da CBF, que passou de três para cinco anos o limite de contrato com atletas de 16 anos, o Atlético-PR pode se beneficiar.

A decisão do caso deve ocorrer em março.

De Letra

“Qualquer clássico preocupa e a cobrança de ingressos já está prevista no regulamento”

Coronel Marcos Marinho, chefe de segurança da FPF, sobre a entidade cobrar entradas caso ocorra o clássico entre Corinthians e São Paulo na semifinal da Copinha.



MaisRecentes

Mau desempenho do time afeta Maurício Galiotte no comando do Palmeiras



Continue Lendo

Possibilidade de apoio de Euriquinho gera desconforto no grupo Sempre Vasco



Continue Lendo

Filho de Cristiano Ronaldo pode atuar em competição de base no Brasil



Continue Lendo