Com novo ministro, Ministério do Esporte passa por ‘dança das cadeiras’



 

Ricardo Leyser deve ocupar a vaga de secretário executivo deixada por Luis Fernandes no Ministério do Esporte

Ricardo Leyser deve ocupar a vaga de secretário executivo deixada por Luis Fernandes no Ministério do Esporte

O secretário nacional de esporte de alto rendimento, Ricardo Leyser, se reuniu no final da tarde de ontem com o novo ministro do Esporte, George Hilton, e será anunciado nos próximos dias como o novo secretário executivo da pasta. Leyser ocupará o posto deixado por Luis Fernandes, que deve ser o braço direito de Aldo Rebelo no Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Segundo a assessoria do Minitério do Esporte, ainda não há nenhuma definição oficial sobre as mudanças na pasta.

De volta ao RJ
Ao deixar o cargo de secretário nacional de futebol do Ministério do Esporte, Toninho Nascimento diz que pretende ficar mais próximo de sua família, que mora no Rio de Janeiro, e que pensa também em retomar a carreira de jornalista. Na última quinta, ele entregou o cargo em reunião com o ministro George Hilton mas ficará no posto até fevereiro para participar da transição.

Deixa pra ele
Nascimento diz ainda que não há um nome para ocupar a função que exerceu nos últimos dois anos e que não indicará ninguém para o cargo. “Não cabe a mim sugerir um novo nome. Essa responsabilidade é do novo ministro”, afirmou. Ele nega também que o fato de deixar o cargo no Ministério tenha relação com a troca de ministros na pasta, que foi oficializada na semana passada.

No alvo
Após a liberação da 2 parcela dos
R$ 2,5 milhões referente ao convênio da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo e o Ministério do Esporte, prevista para os próximos dias, o presidente da entidade, Durval Balen, terá outra missão: a de tirar do papel o projeto de reforma para o Centro Nacional da modalidade, em Deodoro, no RJ. Entre as necessidades está a troca dos atuais alvos eletrônicos por aparelhos mais modernos.

Direito e futebol
O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, está em Portugal onde participou nos últimos dias de um encontro de advogados em Lisboa. O evento contou com um jantar de gala na capital portuguesa ocorrido na noite da última quinta, 8. Ontem, Aidar foi para a cidade do Porto onde deve assistir ao jogo entre Porto x Belenenses que ocorre hoje, no estádio do Dragão.

Favorito
Luis Paulo Rosenberg pode não aceitar, mas é a pessoa mais indicada para administrar a Arena Corinthians, segundo Antonio Roque Citadini, pré-candidato à presidência na eleição corintiana, em 7 de fevereiro. Atual vice de Mário Gobbi Filho, Rosenberg declarou apoio a Citadini no ano passado, o que convenceu Roque, segundo o próprio, a se candidatar a presidente.

De Letra

“Foram dois anos de excelentes trabalhos. É o fim de um ciclo”

Toninho Nascimento, sobre a entrega do cargo de secretário nacional de futebol do Ministério
do Esporte.



MaisRecentes

Botafogo sai da lista de clubes formadores da CBF. Coritiba retorna



Continue Lendo

Entidades buscam nome para preencher vaga no Tribunal Antidopagem



Continue Lendo

Na Seleção, preferência para sorteio da Copa é estrear mais tarde



Continue Lendo