Com novo ministro, Ministério do Esporte passa por ‘dança das cadeiras’



 

Ricardo Leyser deve ocupar a vaga de secretário executivo deixada por Luis Fernandes no Ministério do Esporte

Ricardo Leyser deve ocupar a vaga de secretário executivo deixada por Luis Fernandes no Ministério do Esporte

O secretário nacional de esporte de alto rendimento, Ricardo Leyser, se reuniu no final da tarde de ontem com o novo ministro do Esporte, George Hilton, e será anunciado nos próximos dias como o novo secretário executivo da pasta. Leyser ocupará o posto deixado por Luis Fernandes, que deve ser o braço direito de Aldo Rebelo no Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Segundo a assessoria do Minitério do Esporte, ainda não há nenhuma definição oficial sobre as mudanças na pasta.

De volta ao RJ
Ao deixar o cargo de secretário nacional de futebol do Ministério do Esporte, Toninho Nascimento diz que pretende ficar mais próximo de sua família, que mora no Rio de Janeiro, e que pensa também em retomar a carreira de jornalista. Na última quinta, ele entregou o cargo em reunião com o ministro George Hilton mas ficará no posto até fevereiro para participar da transição.

Deixa pra ele
Nascimento diz ainda que não há um nome para ocupar a função que exerceu nos últimos dois anos e que não indicará ninguém para o cargo. “Não cabe a mim sugerir um novo nome. Essa responsabilidade é do novo ministro”, afirmou. Ele nega também que o fato de deixar o cargo no Ministério tenha relação com a troca de ministros na pasta, que foi oficializada na semana passada.

No alvo
Após a liberação da 2 parcela dos
R$ 2,5 milhões referente ao convênio da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo e o Ministério do Esporte, prevista para os próximos dias, o presidente da entidade, Durval Balen, terá outra missão: a de tirar do papel o projeto de reforma para o Centro Nacional da modalidade, em Deodoro, no RJ. Entre as necessidades está a troca dos atuais alvos eletrônicos por aparelhos mais modernos.

Direito e futebol
O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, está em Portugal onde participou nos últimos dias de um encontro de advogados em Lisboa. O evento contou com um jantar de gala na capital portuguesa ocorrido na noite da última quinta, 8. Ontem, Aidar foi para a cidade do Porto onde deve assistir ao jogo entre Porto x Belenenses que ocorre hoje, no estádio do Dragão.

Favorito
Luis Paulo Rosenberg pode não aceitar, mas é a pessoa mais indicada para administrar a Arena Corinthians, segundo Antonio Roque Citadini, pré-candidato à presidência na eleição corintiana, em 7 de fevereiro. Atual vice de Mário Gobbi Filho, Rosenberg declarou apoio a Citadini no ano passado, o que convenceu Roque, segundo o próprio, a se candidatar a presidente.

De Letra

“Foram dois anos de excelentes trabalhos. É o fim de um ciclo”

Toninho Nascimento, sobre a entrega do cargo de secretário nacional de futebol do Ministério
do Esporte.



MaisRecentes

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo