Problema no CT de Tiro Esportivo continua e profissionais rescindem o contrato



Preparação da Seleção de Tiro Esportivo para os Jogos Rio-2016 está prejudicada por conta de problemas entre o Ministério do Esporte e a CBTE

A equipe multidisciplinar do Centro de Treinamento de Tiro Esportivo, em Deodoro, no RJ, está há quatro meses sem receber salários por conta de um imbróglio envolvendo o Ministério do Esporte e a Confederação Brasileira da modalidade (CBTE). O problema refere-se à 2 parcela dos R$ 2,5 milhões previstos para o projeto, que ainda não foi paga por conta de divergências entre governo e entidade, responsáveis pelo convênio voltado para a preparação dos profissionais para os Jogos-2016.

Contrato rescindido
A equipe multidisciplinar do projeto de Tiro Esportivo era formada por psicólogos, nutricionistas, preparadores físicos e fisioterapeutas, que já rescindiram o contrato com o convênio após o atraso nos salários. A pendência financeira estava prevista para ser resolvida no último dia 15 de dezembro, o que não ocorreu.

Mais sócios
Após ver o rival Palmeiras ficar à frente no número de sócios-torcedores, o Corinthians colocou o programa Fiel Torcedor como prioridade nos trabalhos neste início de ano. Além de reduzir a mensalidade dos associados para 2015, o departamento de marketing do clube tem focado as ações na atração de novos sócios. A investida deu resultado, já que o clube passou dos 67 mil sócios e ocupa o 3 lugar no ranking do “Movimento por um Futebol Melhor”.

Sem cadeira
Segundo a Ambev, a troca das cadeiras vermelhas que formam o logo da Brahma, na ala Sul do estádio do Engenhão, não prejudica a estratégia para a marca de cerveja pois o contrato com o estádio foi suspenso assim que o estádio foi fechado para reforma, em março de 2013. A companhia ressalta, entretanto, que a parceria com o Botafogo continua pois são acordos distintos apesar de o clube ter a concessão do estádio.

Preto e branco
Como não havia mais contrato para expor a marca da Brahma em seu estádio, o Botafogo decidiu pela retirada dos assentos nas cores vermelha e branca por fazerem alusão ao Flamengo. A ideia do clube carioca é colocar assentos em preto e branco, iniciativa que será discutida nesta sexta entre o presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira, e o prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Expertise
O contrato de dois anos firmado entre Figueirense e a Lupo vai além da entrega de material esportivo pela empresa ao clube catarinense. O acordo envolverá também a transferência da expertise de negócios no varejo da Lupo para o Figueirense fortalecer a rede de lojas Figueira Store, que conta com três unidades em Santa Catarina.

Sem sucesso

A vexatória derrota do Brasil para a Alemanha na Copa não passou batida pelos torcedores na data de ontem, 7 de janeiro.

Uma imagem alusiva ao resultado pipocou nas redes sociais. Nela, a bandeira alemã ocupava o lugar do dia 7 e a do Brasil a do mês 1 para compor a data de 7/1/2015 (abaixo).

A CBF tentou responder com um texto sobre a vitória da Seleção sobre a Alemanha, em 1981, que ocorreu na mesma data.

O jogo pelo Mundialito de Seleções ocorreu no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.

Mas tanto a importância da partida como seu resultado, 4 a 1 para o Brasil, ficaram bem abaixo da histórica derrota na Copa-2014.

E também sem a mesma repercussão nas redes sociais.

De Letra

“O Palmeiras já está bebendo água limpa”

Alexandre Mattos, novo diretor de futebol do Palmeiras, sobre os gastos sem prejudicar as finanças do clube, diferente de seus rivais.



MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo