Fundo Fifa-CBF define Comissão até janeiro



Jérome Valcke, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, durante a assinatura do acordo que visa melhorar a estrutura esportiva no país

O fundo montado entre CBF e a Fifa para desenvolver a infraestrutura do esporte no Brasil definirá a Comissão que ficará responsável em apresentar os relatórios das ações à entidade máxima do futebol até os primeiros dias de 2015. A expectativa é que o grupo já seja apresentado no anúncio oficial do projeto, que está previsto para ocorrer em janeiro. “Assim que estiverem definidos pela CBF, os nomes ainda serão enviados para terem o aval da Fifa”, diz Fernando Belotti, diretor de desenvolvimento da CBF.

Estrutura
Assinado no início de novembro, em Zurique, o fundo CBF-Fifa terá uma verba de R$ 250 milhões para desenvolver a estrutura esportiva no Brasil focada em cinco áreas: Infraestrutura Esportiva, Futebol de Base, Futebol Feminino, Saúde e Social. A Comissão que ficará responsável pelos relatórios enviados à entidade máxima do futebol será composta por seis pessoas, sendo um diretor-geral da iniciativa e mais um representante da cada uma das áreas contempladas pelo Fundo.

Otimismo
O presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, está otimista quanto ao acordo junto ao Governo para o clube entrar no Refis após a homologação do Atlético-MG ao programa. A avaliação é que a situação do Botafogo é a mesma do Galo e não haveria motivos para a não aprovação do clube no programa que refinancia as dívidas junto a Receita.

Parcelamento
Na última segunda-feira, 22, o presidente do Botafogo foi a Brasília solicitar a transferência direta para o Fisco de cerca de R$ 7 milhões referentes ao pagamento das duas últimas parcelas de entrada ao programa Refis. Caso seja aprovada, a dívida junto a Receita que soma mais de R$ 100 milhões seria paga em 180 parcelas de quase R$ 600 mil.

Expansão
Especializada em licenciamento voltado ao mercado esportivo, a Proenter abrirá no Brasil mais um braço de negócio: o de gestão de eventos e venda de patrocínios. Na Argentina, onde fica a sede da empresa, a área tem acordo com as seleções de vôlei e basquete, sendo responsável desde o agendamento de jogos até a comercialização de cotas de patrocínio dos eventos.

Bola murcha
Apesar do Brasil ser o País do Futebol, a modalidade é a apenas a terceira mais praticada pelos brasileiros. Segundo o estudo Sponsorlink, do Ibope Repucom, a corrida é a atividade mais praticada no país, com 28%, enquanto que 23% afirmam andar de bicicleta regularmente. O futebol aparece na sequência sendo praticado por 22% dos brasileiros. Para o levantamento, foram entrevistados 1 mil pessoas.

Cestinhas
Parceiro de Oscar na Seleção que disputou as Olimpíadas de Atlanta, em 1996, o ex-jogador Rogério irá liderar uma das equipes brasileiras (a verde) no 1º Mundialito de Basquete 3×3, que ocorrerá no dia 11 de janeiro, no RJ. O outro time do Brasil (amarelo) será liderado por Marcellus Sarmento, que conquistou a Liga Sul-Americana de Clubes com o Flamengo, em 2009.
Reza

Após 12 anos à frente do Ministério do Esporte, o PC do B passará a pasta para as mãos do PRB, mais precisamente do deputado George Hilton (PRB-MG).

Entre os projetos apresentados por ele este ano, há medidas voltadas à adoção de novos métodos de alfabetização e de maior fiscalização e controle no sistema que previne, fiscaliza e repreende furto e roubo de veículos e cargas.

Ligado ao esporte, foi co-autor de projeto que pede mudanças na destinação dos valores arrecadados no Timemania para atrair apostadores e elevar a capacidade das entidades esportivas de pagar suas dívidas junto à União.

Na página da Câmara, é apresentado como “radialista, apresentador de televisão, teólogo e animador”.

Pelo visto, o esporte do país precisará de muita reza nos próximos anos.

De Letra

“Não quero falar nada sobre esse assunto”

Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente. do Conselho Deliberativo do São Paulo, ao ser questionado sobre uma possível investigação do “caso Puma” no clube do Morumbi.



MaisRecentes

Árbitro da final da Copa do Brasil é cruzeirense. Mas isso não tem a ver com futebol



Continue Lendo

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo