Pré-candidato no Corinthians, Paulo Garcia escapou de enquadro da Comissão Eleitoral



Paulo Garcia é pré-candidato a presidente do Corinthians

A Comissão Eleitoral do Corinthians cogitou chamar o pré-candidato a presidente do clube, Paulo Garcia, para se explicar no Conselho sobre a acusação feita de que o ex-diretor de futebol Duílio Monteiro Alves teria recebido dinheiro na negociação de Alexandre Pato. “Como ele se retratou sobre o caso em entrevista a uma rádio, decidimos não convocá-lo mais”, diz Guilherme Strenger, presidente da Comissão. Até o momento, Garcia é o principal nome de oposição no pleito marcado para o início de fevereiro.

Queda de braço
Namorada de Carlos Miguel Aidar, Cinira Maturana defendeu a vinda da Puma para o São Paulo até o último momento. Porém, o marketing do clube rechaçou a proposta dos alemães por vários motivos. Um deles, segundo membro do departamento, seria a baixa qualidade dos uniformes, que são confeccionados por uma terceirizada da empresa no Brasil. Além disso, o valor ofertado ficou abaixo de outras propostas.

Poder de veto
Enfurecidos com a manobra da bancada da bola – que incluiu a renegociação das dívidas dos clubes em uma medida provisória qualquer – o Bom Senso agora quer que a presidenta Dilma Rousseff vete a Medida Provisória 656. O veto é a última alternativa para barrar a MP, que já foi aprovada no Senado.

Em pauta
O Comitê Executivo da Fifa analisa hoje, em Zurique, a extensão da proibição para empresários e fundos de investimentos de terem direitos econômicos de atletas. Segundo o advogado Eduardo Carlezzo, especialista em direito desportivo, o banimento pode abranger clubes pequenos utilizados como “ponte” em negociações, que afetaria o futebol brasileiro. “Abre-se a possibilidade para a aquisição de grandes clubes, como já ocorre na Europa”, diz Carlezzo.

Contra-ataque
Um dia após a coluna divulgar que o SporTV transmitirá a NBA, a concorrente ESPN anuncia hoje no Brasil a renovação de seu contrato com a liga americana de basquete. Com o novo acordo, válido por nove anos a partir de 2016, a ESPN terá 10 jogos a mais na temporada regular, 13 no 1 round dos playoffs, cinco no 2 round, além da transmissão de uma final de conferência e exclusividade na grande final da NBA. A ESPN garante exclusividade em todas os jogos, evitando assim que a SporTV transmita partidas nos mesmos dias.

Em andamento
Sobre a transmissão dos jogos da NBA no Brasil pela SporTV, a assessoria do canal diz que “as negociações não foram concluídas” e que ainda não há “nenhuma perspectiva de transmissão dos jogos” da liga americana de basquete.

Raquetada
Após as confirmações de Rafael Nadal e David Ferrer, agora é a vez da chave feminina do Rio Open ter um nome de peso, a italiana Sara Errani. Atual 14 lugar do ranking da WTA, a tenista foi vice-campeã de Roland Garros, em 2012, e já esteve entre as cinco melhores do mundo. Já em duplas, Errani lidera o ranking com 24 títulos conquistados, incluindo cinco Grand Slams.

De Letra

“O deputado Jovair Arantes, mais uma vez, presta um desserviço ao esporte”

Romário, sobre a medida do parlamentar que incluiu a renegociação das dívidas dos clubes na MP 656.



MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo