Pelé foi internado por não tomar medicação receitada por médico



Pelé voltou a ser internado dez dias após receber alta do hospital Albert Einstein, em São Paulo

Um dos médicos de Pelé revelou o motivo que levou o Rei do Futebol a voltar para o hospital 10 dias depois de ter feito uma cirurgia renal.

– O Pelé sequer foi à farmácia comprar o antibiótico que havia sido prescrito a ele. Era importante tomar a medicação e ele não tomou. Depois piorou e teve de ser internado novamente – contou um influente infectologista paulistano.

O Rei do Futebol foi internado pela primeira vez no dia 12 de novembro e, após cirurgia para a retirada de cálculos renais, recebeu alta do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, dois dias depois.

Entretanto, Pelé voltou a ser internado no dia 24 de novembro por conta de uma infecção em seu único rim, fato que levou o Atleta do Século ficar internado novamente por 15 dias.



MaisRecentes

Dentista explica que assimetria facial pode deixar atletas sujeitos a lesões



Continue Lendo

Paris Saint-Germain (FRA) fará ação social na favela da Rocinha



Continue Lendo

Árbitros Fifa do Rio de Janeiro alcançam as maiores notas nos testes teóricos



Continue Lendo