Pelé foi internado por não tomar medicação receitada por médico



Pelé voltou a ser internado dez dias após receber alta do hospital Albert Einstein, em São Paulo

Um dos médicos de Pelé revelou o motivo que levou o Rei do Futebol a voltar para o hospital 10 dias depois de ter feito uma cirurgia renal.

– O Pelé sequer foi à farmácia comprar o antibiótico que havia sido prescrito a ele. Era importante tomar a medicação e ele não tomou. Depois piorou e teve de ser internado novamente – contou um influente infectologista paulistano.

O Rei do Futebol foi internado pela primeira vez no dia 12 de novembro e, após cirurgia para a retirada de cálculos renais, recebeu alta do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, dois dias depois.

Entretanto, Pelé voltou a ser internado no dia 24 de novembro por conta de uma infecção em seu único rim, fato que levou o Atleta do Século ficar internado novamente por 15 dias.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo