Manobra pró-clubes pode ser votada hoje



Manobra do deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO), a inclusão de um programa de refinanciamento das dívidas dos clubes de futebol na Medida Provisória 656 – que trata de taxação de importados – pode ser votada na Câmara dos Deputados nesta terça-feira, 16. A proposta, segundo o deputado Otávio Leite, não tem contrapartidas para os clubes e não deveria ser aprovada neste formato. Leite tentará apresentar uma emenda à MP 656 que garanta a responsabilidade fiscal por parte dos clubes.

Atalho

A manobra, vista a princípio como uma maneira de eximir os clubes de futebol de responsabilidade, agora é tida como um caminho mas fácil de aprovar um projeto similar à Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE). Porém, a intenção ainda é aprovar o texto original do projeto de lei, que está na lista de urgência da Câmara, porém com chances mínimas de ser apreciado.

Duas frentes
A Casa Civil, responsável por liderar as negociações sobre a LRFE, enviou sua sugestão de texto para o projeto de lei para os setores envolvidos na negociação. “É uma proposta que inviabiliza os pagamentos dos clubes”, disse Leite. Por outro lado, o Bom Senso viu na sugestão do Governo uma aproximação às suas propostas de Fair Play Financeiro.

Dominação
Enquanto os deputados Romário e Otávio Leite ainda tentam incluir cláusulas em relação à CBF no texto da LRFE, as intenções do Ministério do Esporte vão na direção contrária. Na avaliação de Luis Fernandes, secretário executivo da pasta, a inclusão da entidade que comanda o futebol brasileiro no texto tiraria o foco do projeto de lei, que está voltado aos clubes.“A inclusão da CBF prejudicaria toda a discussão já realizada sobre a LRFE”, disse Fernandes.

Foco na bola
O marketing do São Paulo não vai usar a imagem e a história de Rogério Ceni durante a participação do clube na Libertadores, em 2015. Segundo o departamento do clube, somente na hora da despedida do ídolo são-paulino é que serão pensadas ações publicitárias com o ele. O objetivo é não tirar o foco do time do futebol. O imbróglio de Ceni com a Penalty no evento de lançamento da camisa de despedida do goleiro influenciou a decisão.

Testadas
As chuteiras que Cássio (Corinthians), Gabigol (Santos), Matheus (Flamengo) e Carlos (Atlético-MG) vão usar em 2015 já estão sendo utilizadas neste mês. Não que os atletas estejam em atividade. É que a Nike lançou uma ação onde jovens vão testar as chuteiras dos jogadores até que eles voltem a treinar por seus times, em 2015. Todo o processo para “amaciar” os produtos será postado nos perfis oficiais dos atletas na rede social Instagram.

Errata
Diferentemente do publicado na nota “Fora de forma”, no último sábado (13), o nome do atleta que participou da campanha do Comitê  Paralímpico Brasileiro (CPB) é Daniel Dias (Natação) e Alan Fonteles foi campeão paralímpico e não olímpico em Londres-2012.

PADRINHO

Vencedor eleição do Santos, Modesto Roma Jr. foi o principal alvo de seus concorrentes durante a disputa.

O fato deve-se à força de Roma Jr. no pleito, cuja campanha foi apadrinhada pelo ex-presidente Marcelo Teixeira, que tem grande influência na Vila Belmiro.

Seus concorrentes ao cargo de presidente falavam da “máquina” que estava por trás da campanha de Roma Jr.

Entre eles está Fernando Silva, que ficou em terceiro colocado na eleição.

Logo que chegou para votar no Ginásio da Vila Belmiro, Silva foi questionado sobre o andamento da disputa.

– A chapa a ser vencida é a formada por Marcelo Teixeira e Modesto Teixeira – disse Silva, trocando o sobrenome do atual presidente do Santos pelo de seu padrinho na campanha.

DE LETRA

“É a última volta do ponteiro”

Otávio Leite, deputado federal pelo PSDB, sobre a pressa para aprovar a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE).



MaisRecentes

Procurador do STJD não vê brecha para futura reclamação por causa do árbitro de vídeo



Continue Lendo

Eurico exalta árbitro de vídeo no Brasileiro: ‘Antes tarde do que nunca’



Continue Lendo

Del Nero exige que Brasileirão tenha árbitro de vídeo na próxima rodada



Continue Lendo