Bloco vai a Brasília para salvar projeto de lei que refinancia dívida dos clubes



 

Antes da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte, deputados precisam aprovar a LDO

Parlamentares, oficiais do governo, cartolas e membros do Bom Senso estarão em Brasília nesta terça para pressionar o Congresso a votar a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LRFE). O clima é de pessimismo, mesmo com apenas alguns pontos em aberto para finalizar o documento e que devem ser resolvidos em reunião na manhã de hoje. O clima ruim ocorre porque o Congresso ainda não votou a LDO, e pelo regimento da Câmara, nada pode ser votado antes da aprovação do orçamento.

Sem jogar a toalha
Apesar de improvável, interlocutores de parlamentares afirmam que é possível, sim, que a LRFE seja aprovada na Câmara e no Congresso ainda neste ano. “Quando querem, tudo acontece muito rápido”, disse um assessor à coluna. Caso contrário, o projeto de lei volta ao estágio inicial e terá que ser endossado pelo novo corpo diretivo do Congresso que assumirá no início de 2015.

De volta
Após ficar fora da última rodada de negociações da LRFE, os membros do Bom Senso voltaram à cena e participarão da reunião com parlamentares e governistas em que se decidirá o texto final do projeto de lei. Porém, nenhum jogador estará presente. Para o grupo, hoje é o “Dia D” para a aprovação da medida que refinancia a dívida dos clubes.

Além da meta
Com investimento de R$ 90 milhões, o projeto realizado pelo Sebrae para fomentar pequenos negócios ligados à Copa 2014 gerou R$ 570 milhões, valor superior à meta da entidade, de R$ 457 milhões. Segundo Dival Schmidt, coordenador nacional de programas do Sebrae, as áreas de destaques foram Construção Civil, Turismo, Serviços e Varejo. Por conta do sucesso da iniciativa, a entidade lançará um livro sobre o projeto realizado durante a Copa 2014.

De olho
Agora na oposição do Botafogo, Carlos Augusto Montenegro diz que confia em Carlos Eduardo Pereira para administrar o clube mas que ficará de olho nas finanças botafoguenses. Afirma que irá cobrar a divulgação de balancetes financeiros do Botafogo e que o novo presidente deveria colocar um placar no site do clube para mostrar o andamento da dívida do clube, que gira em torno de R$ 750 milhões.

Cobrança?
Jogador do Corinthians em 2012, o argentino Martínez esteve ontem no Parque São Jorge. A assessoria corintiana não soube dizer o motivo de sua visita, mas afirma que sua ida foi em vão pois o clube estava fechado para a festa dos funcionários. Martínez foi vendido ao Boca Juniors no início de 2013 após passagem sem brilho pela equipe.

Treinos no RJ
A equipe de Atletismo dos EUA fechou um acordo para utilizar a estrutura da Escola Naval do Rio, que fica ao lado do aeroporto Santos Dumont. Com 200 atletas, a delegação americana usará o local por duas vezes ao longo de 2015 e nos três meses que antecedem os Jogos 2016. A modalidade é vista como crucial para vencer os Jogos e a iniciativa visa aclimatar a equipe à cidade do Rio de Janeiro.

Azar no jogo

Foram vários os motivos para que a LRFE fosse aprovada em 2014 como uma resposta para modernizar o futebol nacional.

Mas corre-se o perigo de isso não acontecer. Não por falta de esforço por parte de parlamentares, cartolas e jogadores.

Aprovada na Comissão do Esporte antes da Copa do Mundo, um dos parlamentares envolvidos revelou uma aposta que corria entre seus pares.

– Se não ganharmos a Copa, o projeto de lei vai ser aprovado – diziam.

E tinha tudo para ser. Mas 2014 não foi só o ano da Copa. Foi também o ano da eleição presidencial mais quente da história recente do país.

E o Congresso se viu ocupado pela batalha entre Governo e oposição.

O risco, agora, é ter que submeter o projeto de lei a um novo Congresso em 2015. E sem a gasolina que o 7 a 1 forneceu.

De Letra

“Temos a diferença de ser a nação do futebol”

Luis Fernandes, secretário do Ministério do Esporte, ao comparar estádios que se tornaram elefantes brancos na África do Sul e em Portugal com os da Copa de 2014.



MaisRecentes

Presidente da Federação Paulista lamenta calendário apertado em 2018



Continue Lendo

Brasileiro de Aspirantes terá ajuda de custo e passagens bancadas pela CBF



Continue Lendo

Galiotte e Modesto em clima de paz: ‘É um dos mais éticos’, elogia o santista



Continue Lendo