Cartolagem vai a Brasília por LRFE



A maioria dos cartolas que compõem a Comissão de Clubes da Câmara dos Deputados viajará a Brasília, hoje, para pressionar a liderança do governo na casa a apoiar a entrada da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte (LFRE) na pauta. A informação é do presidente da Comissão, Vilson Ribeiro de Andrade, do Coritiba. A missão é complicada, já que o projeto de lei está travado pela discussão da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e os parlamentares entram em recesso no dia 18.

Ampulheta
O clima entre os envolvidos na negociação da LRFE é de desespero. “Se os presidentes não pressionarem, não há chance de entrar na pauta”, alertou o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ), relator do projeto. Para ele, é crucial que se pressione o deputado Henrique Fontana (PT-RS), líder do governo na Câmara, que teria poder para trazer o projeto de lei para a pauta no Congresso.

Consenso
Caso o projeto de lei entre na pauta nas próximas semanas, o deputado Vicente Cândido (PT-SP) já tem em mãos a versão final da emenda que traz os pontos de consenso entre a Bancada da Bola, o deputado Otávio Leite e a Comissão de Clubes. Segundo interlocutores de Cândido, ainda existem “pequenas pendências” no projeto. O Bom Senso não se envolveu nesta última rodada de discussões.

No próximo ano
A postura do movimento de atletas tem motivo. O Bom Senso tem apostado no diálogo direto com o Planalto e o Ministério do Esporte, com quem se reuniu nos últimos meses, enquanto não se aproximou do Congresso. Também pesou para o sumiço do grupo a crença de que a LRFE é a “última das preocupações da presidenta Dilma neste momento”, análise que é compartilhada por assessores da Câmara ouvidos pela coluna.

Bolso cheio
A diretoria da Chapecoense pagará hoje R$ 1 milhão em prêmios para os jogadores do elenco. O bônus dado aos atletas é pela campanha realizada no Brasileirão. Apesar de ocupar 15, o time estará na elite do futebol brasileiro em 2015.

Visitantes
O Museu Pelé, em Santos, pretende aproveitar os turistas dos cruzeiros que partem ou atracam no porto da cidade para aumentar o número de visitantes. A Secretaria de Turismo de Santos tem conversado com as empresas que operam os cruzeiros para que o Museu passe a fazer parte dos roteiros turísticos. O entrave, até o momento, é em relação à logística  entre o horário de partida dos navios e o passeio ao Museu.

Patrocinado
Após fechar com o São Paulo e ter seus produtos usados de forma extraoficial pelo goleiro Rogério Ceni e o atacante Luis Fabiano, na semana passada, a fabricante de material esportivo Under Armour fechou o patrocínio com seu primeiro atleta no Brasil. É o lutador de MMA Elias Silvério, umas das promessas do país na modalidade. O mercado brasileiro tem sido foco na expansão internacional da marca de origem americana, que pretende faturar US$ 4 bilhões até 2016, o dobro da receita atual.

SOB PRESSÃO

Desde que assumiu o Palmeiras, o presidente Paulo Nobre sempre enfrentou as organizadas, cortando as regalias que muitos clubes dão a essa parte da torcida.

Durante a campanha, Nobre disputou o cargo com Wlademir Pescarmona, que sempre esteve ao lado dos torcedores organizados e até projetava criar um plano no programa de sócios Avanti voltado para as torcidas.

No último sábado, na primeira votação direta a presidente do Palmeiras, as organizadas foram até a sede do clube apoiar Pescarmona e protestar contra Nobre.

Com o resultado da eleição, dezenas de “torcedores” chutaram portões, picharam muros e tentaram invadir o clube.

A atitude foi uma amostra do clima que o presidente reeleito enfrentará no clube em sua nova gestão.

DE LETRA

“Os presidentes dos clubes têm que aterrissar em Brasília nesta terça-feira”

Otávio Leite, deputado e relator da LRFE, convocando os cartolas da

bola para pressionarem pela votação do projeto de lei



MaisRecentes

Federação dos Treinadores faz reunião com participação de diretor da CBF



Continue Lendo

Clubes do Rio e organizadas: STJD discutirá se tem ‘poder’ para analisar casos



Continue Lendo

Novo auxiliar do Palmeiras: Apoio de Dunga e passado com Roger



Continue Lendo