Presidência ‘toma as dores’ do Bom Senso e apresentará emenda própria para a LRFE



Antes de se encontrar com o Bom Senso na última quinta, a Casa Civil e a Presidência definiram, em reunião com o Ministério do Esporte, que a pauta da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte será atribuição do Planalto. Mais tarde, no encontro com dirigentes do Bom Senso, Mercandate e sua equipe concordaram com as propostas do grupo para a LRFE que teriam sido deixadas de lado pelos cartolas, como o teto de gastos com futebol e limite de reeleição de dirigentes.

Com a meta de aprovar a LRFE antes do fim do ano, Casa Civil e Planalto já discutiram com o Bom Senso quais seriam os caminhos jurídicos para colocar as demandas do grupo no projeto de lei e qual seria a estratégia de negociação no Congresso. O ministro Aloisio Mercadante se comprometeu a apresentar o “plano de ação” e o projeto de emenda à LRFE para o Bom Senso já na semana que vem.

Para passar sua versão da LRFE, o Planalto terá que negociar com os “pais” do projeto de lei: os deputados Otávio Leite (PSDB-RJ) e Vicente Cândido (PT-SP), que já tinham um acerto com o presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDB-RN) para que a pauta entrasse em votação no Congresso.



MaisRecentes

Ana Paula Oliveira vê árbitro de vídeo como ajuda e confia em bom treinamento



Continue Lendo

Nuzman está inclinado a se explicar na Câmara sobre escândalo



Continue Lendo

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo