Pesquisa mostra disputa acirrada pela presidência do Palmeiras



A pesquisa de intenção de voto para presidente do Palmeiras contratada pela chapa de Wlademir Pescarmona, realizada nesta semana, mostrou Paulo Nobre à frente com 32%, contra 26% do rival (55,2% contra 44,8% em votos válidos). Indecisos e nulos somaram 42%. Os candidatos cresceram em relação à pesquisa feita há 15 dias, quando Nobre teve 30% e Pescarmona 18%. Já na pesquisa contratada pela chapa de Nobre, o atual presidente aparece com 70%.

O estafe de Pescarmona comemorou a guinada do candidato, mas não atribui a alta à campanha. A chapa acredita o resultado foi influenciado pela rejeição a Nobre e ao rendimento do time. Outro dado bem recebido pela campanha foi o baixo índice de sócios que associam os candidatos à desonestidade. Menos de 3% acham Nobre e Pescarmona desonestos.



MaisRecentes

À espera de decisão da Justiça sobre eleição, oposição se movimenta no Vasco



Continue Lendo

Instituto Guga Kuerten consegue captar doações via ‘Clube do Patrocínio’



Continue Lendo

Grupos respeitam luto por Eurico, mas rearrumação política está em curso



Continue Lendo