Mustafá acusa Belluzzo de déficit de R$ 1,3 mi no Avanti



Mustafá é inimigo político de Belluzzo no Palmeiras

Segundo Mustafá Contursi, membro do Conselho Fiscal do Palmeiras, a gestão do ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo deixou o programa de sócios-torcedores Avanti com um déficit de R$ 1,3 milhão ao fim de seu mandato, ocorrido entre 2009 e 2010. Belluzzo, entretanto, se defende da acusação afirmando que o balanço financeiro do último ano de sua gestão foi falsificado, sendo que foi ele quem criou o programa de sócios Avanti. ‘O Mustafá nem sabe fazer conta’, rebate Belluzzo, sobre o caso.

Sem Culpa
Na reunião do Conselho Deliberativo na última segunda, o presidente do Santos, Odílio Rodrigues, se defendeu das críticas que vem recebendo. Segundo um conselheiro, Odílio argumentou que é culpado por erros de antecessores que teriam endividado o clube. O presidente fechou sua fala exaltando que o clube disputa e conquista títulos mesmo em situação financeira inferior à de seus rivais, e foi aplaudido de pé por conselheiros, alguns da oposição.

Vale um Robinho
Tentando explicar a parcela de culpa de outros dirigentes na vida financeira do Santos, Odílio lembrou aos conselheiros que o clube ainda paga para o ex-presidente Marcelo Teixeira “um Robinho por mês” pelos empréstimos feitos na segunda gestão do opositor. O valor exato dos repasses mensais é de R$ 500 mil.

Votação
Em ‘briga’ com o Governo, o presidente da Câmara, Henrique Alves, não deve obstruir a votação da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. Segundo interlocutores, o deputado tem amizade com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e de parlamentares da bancada da bola. Também pesa a favor de uma votação rápida o fato de o projeto de lei ser suprapartidário, envolvendo parlamentares de situação e oposição.

Proposta
O presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, se reuniu esta semana com o presidente da CBF, José Maria Marin, e o vice, Marco Polo Del Nero, e pediu que houvesse mudanças nos jogos realizados por perda de mando de campo. Segundo ele, a alteração do local de jogo teria que ter o aval do time visitante, que sai prejudicado por ter que se deslocar para lugares escolhidos pelo clube punido, que visa maior arrecadação.

Mais experiência
Rodrigues ainda fez duas solicitações a Marin e Del Nero em defesa dos times baianos, que lutam contra o rebaixamento. O primeiro é a escalação de árbitros experientes nas últimas rodadas do Brasileiro para evitar erros em jogos decisivos. O outro foi para que a entidade envie o quanto antes as datas da 1 fase da Copa do Brasil de 2015. O dia dos jogos deve ser divulgado até a próxima semana.

Kaká por cima
O craque Kaká estará nas alturas. Literalmente. Na próxima sexta (31), o jogador do São Paulo e da Seleção será a estrela do lançamento do novo televisor da Samsung. Em evento no Jockey Clube de SP, o meia apresentará o produto em uma sessão de cinema que será realizada a 50m de altura.

Isolado

O presidente da Lusa Ilídio Lico é apontado como o principal responsável pela queda do clube para a Série C. No entanto, ele assumiu o cargo no ‘olho do furacão’ do caso Héverton.

No início, mostrou falta de tato para lidar com a questão. Era comum afirmar algo que era desmentido por sua equipe logo depois. Hoje, é proibido de falar com a imprensa.

E os erros continuaram. Enquanto ainda tentava reverter a decisão do STJD, a Lusa foi tirada de campo por Lico no meio da 1 partida da equipe na Série B, e foi processado.

E como Lico não planejou se queria um elenco de 1 ou 2 divisão, teve que arcar com uma folha de pagamento irreal para os parâmetros da Lusa.

Isolado e inseguro, Lico pouco pôde fazer para evitar a derrocada de um dos times mais tradicionais de São Paulo.
De Letra

“Sou reconhecido mundo afora enquanto ele é um lixo”

Luiz Gonzaga Belluzzo, conselheiro ex-presidente do Palmeiras, sobre o rival político, Mustafá Contursi, que o acusou de ter deixado déficits financeiros em sua gestão.



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo