Oposição vê problema em ST do Palmeiras



Wlademir Pescarmona, candidato de oposição para presidente do Palmeiras

O candidato à presidência do Palmeiras Wlademir Pescarmona prometeu investigar, caso eleito, o atual contrato do Palmeiras com a Futebol Card, que faz o serviço de cadastramento dos 47 mil sócios-torcedores do clube. Segundo o que o presidente Paulo Nobre disse ao candidato, a empresa tem direito a 30% das receitas de mensalidade do programa Avanti. Para Pescarmona, o valor seria muito alto, já que o clube administra 35 mil sócios titulares e dependentes com uma equipe de cinco pessoas.

A principal preocupação do candidato, porém, não é só financeira. Pescarmona diz não concordar que uma empresa tenha toda a base de cadastro de sócios do time. O problema seria ainda maior se os associados tiverem direito a voto, pauta que já foi discutida no clube. Caso aconteça, o Palmeiras pode passar pela mesma situação do Santos, onde a questão foi tão polêmica que está pautando a eleição do alvinegro praiano.

Atrás do voto
Com a apresentação de todas as chapas santistas para a eleição de dezembro – Nabil Khaznadar, da situação, apresenta sua equipe hoje, em São Paulo – os políticos santistas têm focado seus esforços em articular parcerias com grupos de sócios distantes da vida política do clube. Os oposicionistas Orlando Rollo, da 3VS, e Fernando Silva, da Mar Branco, apostam nessa estratégia.

Boa causa
A fabricante japonesa de calçados Asics está com a campanha Accelerate Hope no Brasil, que é voltada para o combate ao câncer. A empresa lançou três modelos de tênis com cada um deles voltado para uma causa: câncer infantil, câncer de mama e câncer de próstata. Das vendas desses modelos, 10% do valor será revertido ao Instituto Oncoguia, que atua na prevenção e combate à doença.

Venda própria
A diretoria do Corinthians descarta qualquer possibilidade de terceirizar a venda de camarotes da Arena apesar de ter vendido apenas cerca de 15 espaços de um total de 89. A explicação é que o repasse encareceria ainda mais o preço dos camarotes por conta da comissão que seria cobrada pela empresa que ficaria responsável pelas vendas. O valor dos espaços variam de R$ 640 mil a R$ 2 milhões para contratos de três, cinco e sete anos.

Custo-benefício
Dirigentes corintianos sabem que os preços dos camarotes estão acima da média do mercado. Entretanto, defendem que os espaços na Arena oferecem uma gama de serviços já inclusa nos valores, como alimentação e estacionamento, o que não ocorre em outras arenas cujos preços são mais baratos.

VESPEIRO

Mais uma vez, a paixão por um clube foi pretexto para a morte de pessoas antes do clássico entre Palmeiras e Santos.

E mais uma vez, os dirigentes não têm soluções para o problema. Exceto o Cruzeiro, que cortou todos os benefícios das uniformizadas, a relação entre clubes e organizadas permanece quase inalterada.

No Palmeiras, Paulo Nobre cancelou algumas cortesias. Porém, seu rival político, Wlademir Pescarmona, entoa o mantra da cartolagem: violência fora do estádio é problema da Justiça.

No Corinthians, a diretoria não comenta a relação com as organizadas. Andrés Sanchez, por exemplo, é fundador de uma delas, a Pavilhão 9.

Já os candidatos de oposição do Santos, Fernando Silva e Orlando Rollo, estiveram no aniversário de uma torcida no início do mês.

 



  • Tiago Figueiredo

    Wlademir Pescarmona você esta errado sou sócio avanti para ajudar meu time de coração
    e o senhor quer prejudica o Palmeiras ou ajudar o clube a cresce e volta a ser o Palmeiras campeão.
    Chegar de ganhar dinheiro do Palmeiras ajuda o clube pagar as dividas e cresce.
    Tomara que você não perca a eleição, se ganhar paro de ser sócio torcedor.

  • Ola

    “A diretoria do Corinthians descarta qualquer possibilidade de terceirizar a venda de camarotes da Arena apesar de ter vendido apenas cerca de 15 espaços de um total de 89.”

    poderiam revisar o texto antes de publicar

  • hugo

    o corinthians, quer comparar os camarotes deles com os do palmeiras é brincadeira quem vai querrer comprar camarote no lixão

    • ZÉ MANÉ

      Hugo ningué vai querer comprar camarotes naquele Pasto. Voce tem razão. Os camarotes do Palmeiras são incomparavelmente muito, muito, muito melhores. Seremos em pouco tempo o clube mais rico do Brasil. Acho que só Gremio e Inter chegar perto.

  • Tibas

    “No Palmeiras, Paulo Nobre cancelou algumas cortesias. Porém, seu rival político, Wlademir Pescarmona, entoa o mantra da cartolagem: violência fora do estádio é problema da Justiça.”

    Paulo Nobre cancelou TODAS!!!!!!!!!!!

    Esta adm errou muito , mas nisso não foi omissa, se existe alguma facilitação, poste no seu texto e prove!

  • Bush

    É uma vergonha tanto para os paulistas perderem em receita para os times regionais do sul. Quanto a diretoria do Corinthians, deveriam abrir os olhos e se adequar ao mercado, por esses absurdos entre outros ainda não tem naming rights pro estádio e não conseguem capitalizar o negócio, o estádio do Corinthians é bom mas não é 80 vezes melhor que o de ninguém como esses dirigentes incompetentes presumem.

  • zé mané, concordo com você quando a arena estiver 100% pronta teremos sim condição de ter uma situação financeira boa. Só espero que quando isso acontecer esses dirigentes tenha boa ideias pra aplicar esse dinheiro e fazer do palmeiras um time bom. E gostaria de deixar mais uma opinião esses diretores não só do palmeiras de todos os clubes acabar com qualquer afinidade com torcida organizada que de organizada não tem nada só fazem é brigar e se matarem entre si e muitas vezes prejudicar os clubes, o rapaz morreu em nome da torcida e vê se algum deles foi dar uma assistência pra família do rapaz.

MaisRecentes

CBV visita cidade que pode receber seleções de vôlei nos Jogos de 2020



Continue Lendo

Botafogo deixa a Libertadores com R$ 13,4 milhões pela participação



Continue Lendo

Empresa explica saída do Brasil do Tour da Taça da Copa do Mundo



Continue Lendo