Empreiteiras ignoram reforma do Morumbi



Nenhuma empreiteira procurou o São Paulo para apresentar propostas para a reforma do Morumbi desde que a Serveng desistiu de tocar o projeto, há cerca de dois meses. A empreiteira saiu de cena em meio à polêmica de que teria sido contratada sem concorrência pelo presidente Carlos Miguel Aidar.

O caso não é inédito. A Andrade Gutierrez, reponsável pelo projeto anterior, também desistiu de tocar a reforma após ter seu nome citado em brigas políticas durante as eleições do clube, no início de 2014.

Hoje, no entanto, a modernização do estádio saiu da pauta da diretoria são-paulina. Na última reunião do conselho, nesta segunda-feira, 13, o assunto não foi levantado pelos conselheiros do clube nem pelo presidente Carlos Miguel Aidar.

Além disso, a diretoria não sabe ao certo qual o modelo a ser seguido. Apesar de ser ponto pacífico entre os dirigentes tricolores que as arquibancadas devem ficar mais próximas ao campo, não há consenso sobre como fazer essa mudança. A ideia mais citada é mudar a altura do gramado, para cima ou para baixo.

Engano
O atacante Robinho foi julgado ontem pelo STJD, sendo punido com um jogo por desrespeitar o árbitro e ser expulso do jogo contra o Botafogo, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Ele cumprirá a suspensão no jogo de volta contra o time carioca na noite de hoje, no Pacaembu. No site do STJD, entretanto, diz que Robinho já cumpriu suspensão automática e que ele “está livre para atuar”.

No mercado
O candidato Julio Brant, da chapa Sempre Vasco, tem obtido apoios importantes para as eleições em São Januário. Além do grupo de sócios ligado à Petrobras, ele terá apoio da maioria dos vascaínos ligados ao BNDES e também da escola de negócios Ibmec. Brant tem recebido e incorporado em seu plano de gestão as propostas enviadas pelos sócios ligados às empresas.

Gritos de guerra
Parceira de 11 clubes de futebol, a Tim lança hoje ação que visa criar novos cantos de torcida a partir de sugestões dos torcedores, a “Twittorcida”. A ação ocorre no próximo dia 22 por meio do Twitter e de um hotsite, e as melhoras mensagens serão gravadas e o autor receberá o vídeo através da rede social.

De Letra

“Desta vez eu não fiz nada”

Emerson Sheik, ao comentar a sua demissão súbita do Botafogo por ordem do presidente Maurício Assumpção.
NA PRAIA

Sempre polêmico, o jogador Emerson Sheik não deixa de fazer das suas mesmo em momentos sérios e importantes.

Dias após ser demitido do Botafogo e com os colegas da ex-equipe sem salário há meses, ele postou um vídeo rebolando de sunga em sua cobertura de frente para a praia, no Rio de Janeiro.

Já na coletiva de ontem, onde ele, Bolívar, Júlio César e Edilson explicaram o ocorrido no alvinegro carioca, Sheik deixou mais uma.

Questionados sobre a atual situação junto ao Botafogo, Bolívar e Edílson explicaram que já haviam assinado a rescisão com o clube.

Também em tom sério por conta da situação, Júlio César afirmou que o assunto estava sendo tratado por seu empresário.

Na sua vez, Sheik soltou: ‘Eu estou na praia’.



  • Marco

    Empreiteira só gosta de obras públicas ou financiado por órgãos públicos, como o itaquerão, trabalhar pra receber só o que o serviço vale? Qual a graça?

MaisRecentes

Presidente eleito da Federação Mineira vê clubes de BH no mesmo nível de SP e RJ



Continue Lendo

Del Nero promete solução na segunda-feira para transmissão dos jogos da Seleção



Continue Lendo

Presidente da Ferj tira terceira licença em 2017



Continue Lendo