Empreiteiras ignoram reforma do Morumbi



Nenhuma empreiteira procurou o São Paulo para apresentar propostas para a reforma do Morumbi desde que a Serveng desistiu de tocar o projeto, há cerca de dois meses. A empreiteira saiu de cena em meio à polêmica de que teria sido contratada sem concorrência pelo presidente Carlos Miguel Aidar.

O caso não é inédito. A Andrade Gutierrez, reponsável pelo projeto anterior, também desistiu de tocar a reforma após ter seu nome citado em brigas políticas durante as eleições do clube, no início de 2014.

Hoje, no entanto, a modernização do estádio saiu da pauta da diretoria são-paulina. Na última reunião do conselho, nesta segunda-feira, 13, o assunto não foi levantado pelos conselheiros do clube nem pelo presidente Carlos Miguel Aidar.

Além disso, a diretoria não sabe ao certo qual o modelo a ser seguido. Apesar de ser ponto pacífico entre os dirigentes tricolores que as arquibancadas devem ficar mais próximas ao campo, não há consenso sobre como fazer essa mudança. A ideia mais citada é mudar a altura do gramado, para cima ou para baixo.

Engano
O atacante Robinho foi julgado ontem pelo STJD, sendo punido com um jogo por desrespeitar o árbitro e ser expulso do jogo contra o Botafogo, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Ele cumprirá a suspensão no jogo de volta contra o time carioca na noite de hoje, no Pacaembu. No site do STJD, entretanto, diz que Robinho já cumpriu suspensão automática e que ele “está livre para atuar”.

No mercado
O candidato Julio Brant, da chapa Sempre Vasco, tem obtido apoios importantes para as eleições em São Januário. Além do grupo de sócios ligado à Petrobras, ele terá apoio da maioria dos vascaínos ligados ao BNDES e também da escola de negócios Ibmec. Brant tem recebido e incorporado em seu plano de gestão as propostas enviadas pelos sócios ligados às empresas.

Gritos de guerra
Parceira de 11 clubes de futebol, a Tim lança hoje ação que visa criar novos cantos de torcida a partir de sugestões dos torcedores, a “Twittorcida”. A ação ocorre no próximo dia 22 por meio do Twitter e de um hotsite, e as melhoras mensagens serão gravadas e o autor receberá o vídeo através da rede social.

De Letra

“Desta vez eu não fiz nada”

Emerson Sheik, ao comentar a sua demissão súbita do Botafogo por ordem do presidente Maurício Assumpção.
NA PRAIA

Sempre polêmico, o jogador Emerson Sheik não deixa de fazer das suas mesmo em momentos sérios e importantes.

Dias após ser demitido do Botafogo e com os colegas da ex-equipe sem salário há meses, ele postou um vídeo rebolando de sunga em sua cobertura de frente para a praia, no Rio de Janeiro.

Já na coletiva de ontem, onde ele, Bolívar, Júlio César e Edilson explicaram o ocorrido no alvinegro carioca, Sheik deixou mais uma.

Questionados sobre a atual situação junto ao Botafogo, Bolívar e Edílson explicaram que já haviam assinado a rescisão com o clube.

Também em tom sério por conta da situação, Júlio César afirmou que o assunto estava sendo tratado por seu empresário.

Na sua vez, Sheik soltou: ‘Eu estou na praia’.



MaisRecentes

‘Rainbow Six Pro League’, no Rio de Janeiro, neste fim de semana, terá premiação milionária



Continue Lendo

Superintendente garante que não há obstáculos para construir no campo do Everest



Continue Lendo

Detalhe técnico pode impossibilitar obra no campo do clube Everest



Continue Lendo